Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12843
Título: A educação do corpo nas décadas de 30 e 40: fragmentos do método natural de Georges Hébert na educação física brasileira
Autor(es): SANTOS, Edilson Laurentino dos
Palavras-chave: Educação do corpo; Método natural; Educação física; Educação
Data do documento: 31-Jan-2012
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: SANTOS, Edilson Laurentino dos. A educação do corpo nas décadas de 30 e 40: fragmentos do Método Natural de Georges Hébert na Educação Física Brasileira. Recife, 2012. 188f. : Dissertação (mestrado) - UFPE, Centro de Educação , Programa de Pós-graduação em Educação. Recife, 2012.
Resumo: Este trabalho trata de identificar as contribuições do Método Natural de Educação Física, elaborado por Georges Hébert (1875-1957), um oficial da marinha de guerra e educador francês, que na primeira metade do século XX, sistematizou um conjunto de procedimentos para exercitar o corpo, e como este método contribuiu para a constituição metodológica da Ginástica Francesa. A escola francesa de ginástica foi adotada como oficial no Brasil em 1929 a partir do Regulamento Geral nº 7 do Ministério da Guerra, implementado primeiramente nas escolas militares de educação física e logo em seguida nas escolas civis. O período determinado para nossos estudos corresponde às décadas de 30 e 40 do início do século XX, período este que em nossa história corresponde à chegada de diversas teorias ginásticas que subsidiaram as discussões e nortearam a implementação de práticas corporais e educacionais na Educação Física em escolas de todo o país. Nossa pesquisa se dispõe a realizar uma análise documental - revisão de literatura - das obras literárias referentes à historiografia da Educação Física referente a este período, e em especial alguns dos escritos, artigos, e parte das obras do próprio Georges Hébert - as que foram traduzidas no Brasil - apresentando as concepções do Método Natural. O objetivo central neste trabalho será analisar as influências e contribuições teóricas deste método para a educação do corpo em nosso país, através das atividades ginásticas implementadas em aulas de Educação Física, considerando que dentro dos processos civilizatórios, a educação do corpo também se constituiu como mais um dos mecanismos de controle e disciplina social, sendo aplicado sistematicamente como uma proposta ideológica do Estado brasileiro para a formação do “novo homem” para servir o país.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12843
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Educação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO.SON.2.Capa_Contra-Capa_Sumário.2.Edilson.pdf10,38 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons