Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12828
Title: Da instrução militar ao ensino policial: profissionalidade docente requerida para atuar como formador na Academia Integrada de Defesa Social
Authors: Pereira, Benôni Cavalcanti
Keywords: Ensino policial;Profissionalidade docente;Formação policial;Formador
Issue Date: 18-Feb-2013
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: PEREIRA, Benôni Cavalcanti. Da instrução militar ao ensino policial: profissionalidade docente requerida para atuar como formador na Academia Integrada de Defesa Social . Recife, 2013. 133 f. Dissertação (mestrado) - UFPE, Centro de Educação , Programa de Pós-graduação em Educação, 2013.
Abstract: Compreendendo que o estatuto de ensino policial reforça o status de profissional de segurança pública, ao evidenciar um corpo complexo de conhecimento e saberes para o exercício desta profissão e, consequentemente, implicar no reconhecimento de que a função de ensinar exige uma profissionalidade docente que não se reduz à mera transmissão, este estudo teve como objetivo caracterizar elementos estruturantes da profissionalidade docente requerida para atuar na formação policial no contexto das exigências do paradigma preventivo. E para dar conta deste propósito, teve como campo de pesquisa o Campus de Ensino Mata da Academia Integrada de Defesa Social (ACIDES) e seu Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar de Pernambuco (CFO/PM), e como sujeitos, os formadores que lecionaram disciplinas no CFO/PM, entre os anos de 2007 e 2009, cujos dados foram recolhidos através de questionário e entrevista. Por meio da análise de conteúdo, os dados foram sistematizados em quatro eixos: concepção de formador; elementos estruturantes da profissionalidade dos formadores na sua relação com os caracterizadores da profissionalidade docente; desafios enfrentados pelos formadores na sua prática docente; e, possibilidades de (re)configuração da profissionalidade docente do formador. Tendo como referencial teórico a profissionalidade docente, os achados indicaram a valorização de uma articulação entre conhecimento especializado, conhecimento didático-pedagógico e conhecimento técnico-operacional, no sentido de superação da visão de que basta deter o conhecimento técnico-operacional para poder exercer a função de ensinar – sinalizando para uma emergente preocupação com a aprendizagem do aluno e compreensão do ensino policial na relação com outros contextos, problemas e gestão da ACIDES. Inclusive, apontando para uma busca dos formadores por conhecimentos didático-pedagógicos como um dos caminhos para superação das dificuldades enfrentadas diante do paradigma repressivo, ainda presente no âmbito do sistema de ensino da ACIDES. Nesse quadro, os dados permitiram concluir que, no contexto de superação do paradigma repressivo e afirmação do paradigma preventivo/educativo, a profissionalidade docente requerida, em termos do vivido, ao mesmo tempo em que ainda se encontra vinculada a elementos estruturantes da figura do instrutor, caminha para uma (re)configuração na direção do status docente em termos do reconhecimento de um corpo de conhecimento complexo e dinâmico que é exigido daquele que exerce a função de ensinar. Por fim, o estudo aponta novos caminhos no enfrentamento aos desafios postos à segurança pública, com intuito de transformar a polícia, tida como repressiva, numa preventiva com viés educativo, sem perder de foco o seu maior objetivo institucional: a paz social e o bem-estar dos indivíduos na nossa sociedade.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12828
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO BENONI CAVALCANTI PEREIRA.pdf1.2 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons