Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12762
Título: Repercussões de uma dieta hiperlipídica no período perinatal sobre a ontogênese dos reflexos e a morfometria intestinal de ratos
Autor(es): SILVA, Jacqueline Elineuza da
Palavras-chave: Dieta hiperlipídica; Reflexos; Intestino delgado; Ratos
Data do documento: 27-Fev-2014
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Neste trabalho foram avaliados, durante o período perinatal, a morfometria intestinal e a ontogênese dos reflexos de ratos cujas mães foram alimentadas com uma dieta hiperlipídica. Filhotes machos, da linhagem Wistar (n=52), foram divididos em quatro grupos experimentais a depender da dieta materna: NN (filhotes provenientes de mães com dieta padrão durante a gestação e lactação); NH (filhotes provenientes de mães com dieta padrão na gestação e hiperlipídica no aleitamento); HH (filhotes provenientes de mães com dieta hiperlipídica durante a gestação e lactação); HN (filhotes provenientes de mães com dieta hiperlipídica na gestação e padrão no aleitamento). Durante a lactação foram avaliadas a maturação das características físicas e a ontogenia reflexa. Ao final da lactação foram analisados parâmetros intestinais (peso, comprimento e morfometria). A dieta hiperlipídica durante a gestação (grupos HH e HN) provocou atraso na maturação dos reflexos, mediana 1 (valor mínimo 1 e máximo 3), e das características físicas, mediana 2 (valor mínimo 1 e máximo 3). O peso relativo do intestino foi menor nos filhotes de todos os grupos experimentais (NH=0,11±0,01; HH=0,08±0,00 e HN=0,11±0,01) em comparação ao grupo controle (NN=0,13±0,01), P<0,05. O comprimento relativo do intestino foi maior no grupo HN em comparação ao grupo NN (7,94±0,55 x 6,97±0,65), P<0,05. Em relação à altura total da mucosa e tamanho da vilosidade, apenas o grupo HH apresentou valores reduzidos em comparação ao grupo NN (5,79±0,44 μm x 8,57±1,02 μm e 4,52±0,60 μm x 6,71 ± 0,68, respectivamente). A espessura das vilosidades não apresentou diferença entre os grupos. Em suma, a dieta hiperlipídica provocou consequências negativas ao desenvolvimento do sistema nervoso e quando oferecida durante a gestação e lactação, também provocou efeitos deletérios ao sistema entérico.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12762
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Nutrição

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO Jacqueline Elineuza da Silva.pdf1,72 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons