Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12682
Title: Tendência temporal e fatores determinantes da anemia em crianças de 6 – 23 meses e de 24 – 59 meses do estado de Pernambuco, 1997 - 2006
Authors: VASCONCELOS, Priscila Nunes de
Keywords: Anemia;Crianças;Estudos de séries temporais;Fatores de risco
Issue Date: 26-Feb-2013
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: A anemia constitui a mais frequente das deficiências nutricionais do mundo, atingindo 24,8% da população global. Sua maior prevalência tem sido encontrada entre lactentes, visto que as necessidades de ferro são particularmente elevadas, devido ao crescimento corporal acelerado nesta faixa etária, enquanto a alimentação comumente é pobre em relação a este nutriente. Considerando que as prevalências de anemia tem se mostrado diferentes entre as faixas etárias de 6-23 meses e 24-59 meses, a análise de sua tendência temporal e de seus fatores determinantes podem subsidiar ações estratégicas para o controle do problema nos diferentes grupos etários. Assim, este estudo teve como objetivo analisar a tendência temporal da anemia e de seus fatores associados em crianças de 6-23 meses e de 24-59 meses nos anos de 1997 e 2006, no estado de Pernambuco. Foram utilizados dados originados da II Pesquisa Estadual de Saúde e Nutrição de Pernambuco - II PESN/PE realizada em 1997 e dados da III PESN/PE de 2006. As amostras totalizaram 777 e 993 crianças de 6-59 meses, nas II PESN e III PESN, respectivamente. Foram consideradas anêmicas crianças de 6-59 meses de idade com concentração de hemoglobina sanguínea abaixo de 11g/dl, com base nos padrões da OMS. A análise bivariada foi realizada em cada pesquisa, segundo a faixa etária, utilizando a regressão de Poisson simples. Para realizar a regressão multivariada de Poisson, as variáveis foram agrupadas em níveis hierárquicos: no primeiro nível, as variáveis relacionadas aos fatores socioeconômicos; no segundo nível, aquelas referentes às condições de habitação e saneamento que foram agrupadas em índice econômico e índice ambiental; no terceiro nível, o fator materno; no quarto nível, as variáveis ligadas à assistência à saúde e nutrição; no quinto nível, as variáveis que determinam a morbidade e o estado nutricional. Os resultados do artigo original evidenciaram que a prevalência de anemia das crianças com 6-23 meses diminuiu 11,7% entre os dois inquéritos (63% para 55,6%). Nas crianças entre 24-59 meses a diminuição observada foi bem maior, de 33,4% (31,4% para 20,9%). As variáveis que se mantiveram significativas ao final do modelo de regressão múltipla nas crianças entre 6-23 meses, em 1997, foram: menor renda familiar e classificação da família no menor tercil do índice ambiental e em 2006: residir em área rural, baixa escolaridade materna e classificação da família no menor tercil do índice ambiental. Nas crianças de 24-59 meses, as variáveis significativas no modelo de regressão múltipla, em 1997, foram: residir em área rural, classificação da família no menor tercil dos índices econômico e ambiental, e em 2006: classificação da família no menor tercil do índice econômico e menor idade da mãe. Para as crianças de 6-23 meses apenas a classificação da família no menor tercil do índice ambiental permaneceu como fator determinante da anemia nessa faixa etária entre os anos de 1997 e 2006. Nas crianças entre 24-59 meses, na tendência temporal, apenas o classificação da família no menor tercil do índice econômico permaneceu associado com a anemia. A anemia no estado de Pernambuco tem apresentado uma tendência de diminuição em ambas às faixas etárias. Para as crianças de 6-23 meses as características ambientais são determinantes da anemia, e para as de 24-59 meses, as condições econômicas adversas são importantes na gênese desta carência nutricional. Esses achados demonstram a relevância de subdividir as crianças menores de 5 anos para o planejamento das ações, de modo que contemplem os fatores específicos para cada grupo etário.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12682
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Priscila Nunes.pdf2.38 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons