Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12664
Title: Anemia Ferropriva e fatores associados em gestantes assistidas em hospital de referência do Estado de Pernambuco
Authors: Lima, Marília de Carvalho
Keywords: Anemia;Gestação;Deficiência de ferro;Prevalência;Hemoglobina;Ferritina
Issue Date: 17-Dec-2012
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: A deficiência de ferro é o distúrbio nutricional mais comum e difundido no mundo. Estima-se que a anemia afeta cerca de 30% da população mundial, sendo definida como a condição em que os níveis de hemoglobina estão abaixo dos valores normais, estabelecidos para grupos específicos. Sua ocorrência pode ser observada em diversas populações, com maior prevalência em países em desenvolvimento. Alguns grupos populacionais ainda apresentam altas prevalências de anemia ferropriva, dentre esses, podem ser citadas as gestantes, que merecem atenção especial devido à sua vulnerabilidade à carência e ao aumento significativo de suas necessidades, que não são acompanhados por aumento suficiente no consumo ou absorção de ferro. Desta forma, este estudo teve por objetivo determinar a frequência e os fatores associados à anemia em gestantes, assistidas em hospital de referência do Estado de Pernambuco. Trata-se de um estudo do tipo transversal realizado com 611 gestantes que realizaram pré-natal no Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP), no período de Outubro de 2011 a Janeiro de 2012. As gestantes foram entrevistadas utilizando-se questionário contendo informações socioeconômicas, demográficas e de assistência à saúde e realizado avaliação antropométrica (peso e altura). As variáveis dependentes foram concentração de hemoglobina, de ferritina e a combinação de ambas. O teste de significância utilizado foi o qui-quadrado, adotando-se nível de significância de 5%. Das 611 gestantes estudadas 29,9% eram anêmicas e 29,6% apresentaram nível baixo de ferritina. Ao se realizar a combinação dos níveis de hemoglobina com ferritina observou-se que apenas, 36,1% das gestantes anêmicas tinham ferritina baixa e das não anêmicas, 26,5%. Entre os fatores associados estudados, a baixa escolaridade materna, raça branca e o baixo peso materno estiveram significantemente associados com a anemia, enquanto que um maior número de crianças menores de cinco anos no domicílio, maior número de consultas pré-natal e excesso de peso estiveram associados aos baixos níveis de ferritina sérica. A anemia durante a gestação foi considerada como um problema moderado de saúde pública na população estudada. Além de fatores socioeconômicos, variáveis relacionadas à efetividade da assistência pré-natal são determinantes dessa situação e podem ser modificados pelo setor saúde, sendo necessário investigar outras etiologias, além da deficiência de ferro.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12664
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANEMIA FERROPRIVA E FATORES ASSOCIADOS EM.pdf1.59 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons