Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1262
Title: Divisões digitais na rede nacional de ensino e pesquisa (RNP): o caso do Pop-PE
Authors: COSTA, Roberta Madureira da
Keywords: Redes Colaborativas;Divisões Digitais;Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP)
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Madureira da costa, Roberta; Carvalho Benício de Mello, Sérgio. Divisões digitais na rede nacional de ensino e pesquisa (RNP): o caso do Pop-PE. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: Este estudo analisou as razões e as decorrências da inclusão ou não (exclusão) de instituições privadas de Ensino Superior (IES) de Recife (PE) na Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) através da identificação de seu discurso hegemônico e suas propostas para distinguir as vantagens e desvantagens de estarem inseridos nessa rede e sua consonância com a percepção dessas instituições educacionais sobre a RNP. A análise discursiva foi realizada como método para estudar o fenômeno sob investigação. O corpus de pesquisa foi composto por documentos oficiais disponíveis no site da RNP e da transcrição da entrevista em profundidade com o coordenador do curso de Sistemas para Internet da Faculdade Marista. As descobertas sugerem que o discurso explícito da RNP indica que a rede é neutra e aberta à participação de IES s de qualquer tipo. Não obstante, os critérios de qualificação para fazer parte dessa rede são completamente diferentes dependendo do tipo de IES. Isto pode sugerir que há uma contradição entre a comunicação explícita da RNP e sua prática. Na verdade, a desigualdade está nos critérios de qualificação entre organizações primárias, secundárias e temporárias, onde as primárias não precisam fornecer e apresentar seus projetos para serem aceitas como membros, enquanto as organizações secundárias e temporárias têm que passar por um conjunto de critérios para ser elegível. Os resultados também apontam que as áreas principais da RNP de prioridade são aqueles sobre Saúde e Ciências Naturais. Ao lado disso, a RNP arbitrariamente prioriza instituições federais, em detrimento das outras. De modo geral, quatro tipos de divisões digitais foram detectados: a) externo - entre incluídos (IES s públicas) e não-incluídos (IES s particulares), bem como as instituições que ignoram a existência da RNP, e b) internos - entre as organizações primárias (IES s públicas) e organizações secundárias e temporárias (outros tipos de instituições de ensino), bem como uma divisão entre as áreas do conhecimento. Pode-se dizer que a RNP objetiva encontrar parceiros que possam oferecer inovações para sua infraestrutura, selecionando arbitrariamente parceiros que são relevantes para a sua missão, e estipulando a repartição dos serviços que priorizam projetos classificados como os mais importantes para os seus propósitos, envolvendo cursos na área de Ciências Exatas, particularmente as áreas ligadas à informática
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1262
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo9451_1.pdf1.52 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.