Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12394
Title: Oligarquia Judiciária e Informalidade: déficit democrático na administração dos Tribunais e no governo da magistratura no Brasil Tese
Authors: Melo Filho, Hugo Cavalcanti
Keywords: judiciário;democracia;oligarquia;tribunais;administração;governo;instituições;informalidade;magistratura
Issue Date: 31-Jan-2013
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: A administração dos tribunais e o governo da magistratura no Brasil configuram um modelo oligárquico, em boa medida estruturado a partir de normas produzidas no regime militar. A concentração do poder político termina produzindo instituições que, num processo de alimentação recíproca, ampliam o déficit democrático. Tais características dificultam a construção de uma justiça democrática, porque estruturas judiciais intrinsecamente não-democráticas e informais não podem gerar relações externas democráticas. Como conseqüência, a própria consolidação da democracia fica comprometida.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12394
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Ciência Política

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
hugo.pdf1.6 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.