Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12391
Título: An automated approach to assign software change requests
Autor(es): CAVALCANTI, Yguaratã Cerqueira
Palavras-chave: Software engineering; Software maintenance and evolution; Change request management; Automatic change request assignment; Engenharia de software; Manutenção e evolução de software; Gerenciamento de solicitações de mudança; Atribuição automática de solicitações de mudança
Data do documento: 31-Jan-2014
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: The efficient management of Change Requests (CRs) is fundamental for successful software maintenance; however the assignment of CRs to developers is an expensive aspect in this regard, due to the time and expertise demanded. To overcome this, researchers have proposed automated approaches for CR assignment. Although these proposals present advances to this topic, they do not consider many factors inherent to the assignments, such as: developers’ workload, CRs severity, interpersonal relationships, and developers know-how. Actually, as we demonstrate in this work, CR assignment is a complex activity and automated approaches cannot rely on simplistic solutions. Ideally, it is necessary to consider and reason over contextual information in order to provide an effective automation. In this regarding, this work proposes, implements, and validates a context-aware architecture to automate CR assignment. The architecture emphasizes the need for considering the different information available at the organization to provide a more context-aware solution to automated CR assignment. The development of such architecture is supported by evidence synthesized from two empirical studies: a survey with practitioners and a systematic mapping study. The survey provided us with a set of requirements that automated approaches should satisfy. In the mapping study, in turn, we figured out how state-of-the-art approaches are implemented in regarding to these requirements, concluding that many of them are not satisfied. In addition, new requirements were identified in this mapping study. For the implementation of the proposed architecture, we developed a strategy to automate CR assignments which is based on two main components: a Rule-Based Expert System (RBES) and an Information Retrieval (IR) model. The strategy coordinately applies these two components in different steps to find the potential developer to a CR. The RBES takes care of the simple and complex rules necessary to consider contextual information in the assignments, e.g., to prevent assigning a CR to a busy or unavailable developer. Since these rules vary from one organization/project to another, the RBES facilitates their modification for different contexts. On the other hand, the IR model is useful to make use of the historical information of CR assignments to match CRs and developers. Results from the validation study showed that our solution is promising. It is, by comparing the solution with an approach that uses only a machine learning algorithm, such as the Support Vector Machine (SVM), we could improve the accuracy of assignments by almost 50%. The analysis of the solution’s payoff also pointed that such an accuracy is able to pay for the efforts necessary to deploy the solution.-------------------------------------O gerenciamento eficiente de solicitações de mudança (SM) é fundamental para o sucesso das atividades de manutenção e evolução de software. Entretanto, a atribuição de SMs a desenvolvedores é um aspecto custoso desse gerenciamento, pois demanda tempo e conhecimento apropriado do projeto de software. Várias pesquisas já propuseram métodos de atribuição automática de SMs. Embora representem avanços na área, existem fatores inerentes a atribuição de SMs que não são considerados nessas pesquisas e são essenciais para a automação. Como demonstrado nesse trabalho, a atribuição automática deve, por exemplo, considerar a carga de trabalho, a experiência e o conhecimento dos desenvolvedores, a prioridade e a severidade das SMs, a afinidade dos desenvolvedores com os problemas descritos nas SMs, e até mesmo os relacionamentos interpessoais. Para tornar esse cenário ainda mais complexo, esses fatos podem variar de acordo com o projeto de software que está sendo desenvolvido. Assim, uma solução para o problema de atribuição de SMs depende de informações contextuais. Assim, esse trabalho propõe, implementa e valida uma solução arquitetural sensível ao contexto para atribuição automática de SMs. Dado o aspecto contextual da solução, a arquitetura considera diversas fontes de informações presentes na organização, assim como a necessidade de se desenvolver algorítimos que implementem diferentes estratégias de atribuição. Nossa proposta de solução é embasada em resultados de duas pesquisas quantitativas: um estudo de mapeamento sistemático da literatura, e uma pesquisa de questionário com desenvolvedores de software. Esse último forneceu um conjunto de requisitos que a solução automatizada deve satisfazer para que as estratégias de atribuição sejam atendidas, enquanto o mapeamento da literatura identificou técnicas, algoritmos, e outros requisitos necessários a automação. A implementação da arquitetura segue uma estratégia de automação, definida nesse trabalho, que possui dois componentes principais: um sistema especialista baseado em regras (SEBR); e um modelo de recuperação de informação (MRI) com técnicas de aprendizagem. Em nossa estratégia, esses dois componentes são executados alternadamente em momentos diferentes a fim de atribuir uma SM automaticamente. O SEBR processa regras, considerando informações contextuais do projeto de software e da organização que o desenvolve. O MRI é utilizado para fazer o casamento entre SMs e desenvolvedores de acordo com o histórico de atribuições. Os resultados do estudo de validação apontaram que a solução é promissora. Isto é, ao compararmos nossa solução com uma abordagem que utiliza apenas um algoritmo de aprendizado de máquina, como o Support Vector Machine (SVM), pudemos melhorar em quase 50% a acurácia de atribuição. Já a análise de custo de implantação apontou que a acurácia atingida pela solução possui um bom custo benefício.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12391
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Ciência da Computação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE Yaguaratã Cerqueira Cavalcanti.pdf2,92 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons