Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12316
Título: Vulnerabilidade socioambiental: análise sobre regiões destinadas à produção de biodiesel – Região do Pajeú (PE-Brasil) e Orinoquia (Colombia)
Autor(es): Mosquera, Oscar Emerson Zúñiga
Palavras-chave: Vulnerabilidade; Território; Mudança climática; Biocombustíveis; Socioambiental
Data do documento: 31-Jan-2013
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Esta dissertação de mestrado teve como finalidade discutir os fundamentos teórico-metodológicos de avaliação da vulnerabilidade no contexto das discussões socioambientais, em especial dos problemas globais como a mudança climática e sua incidência na transformação dos territórios destinados para a produção de biodiesel. Discute-se a relação sociedade-natureza, colocando em dialogo as concepções idealistas e materialistas, a qual se concretiza no conceito de território como espaço resultado de relações de produção-poder. Analisa a mudança climática desde o método do materialismo crítico e nos trabalhos sobre o poder. Descreve-se, tecnicamente, os biocombustíveis procurando-se conhecer suas características, classificação, capacidade de combustão, efeitos contaminantes, assim como as matérias-primas usadas na sua produção. Mostra-se as principais formas sob as quais os biocombustíveis foram desenvolvidos nos territórios, tomando como referencia o Programa Pólos de Biodiesel na Bacia do Alto Pajeú (no Brasil), criado pelo governo do Brasil como política social de apoio à agricultura familiar, e o caso do agronegócio na Orinoquia (Colômbia). Analiza-se, investimento de tipo capitalista que a região vem experimentando faz umas décadas. O território, a produção de biocombustíveis e a mudança climática, justificam a abordagem da vulnerabilidade vinculada em um exercício do poder que permite a continuação sociometabólica do capital. No final, se discute a idéia de vulnerabilidade territorial como um quadro de análise para dialogar com os indicadores ambientais comumente usados e, em especial, os do IPCC.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12316
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Desenvolvimento e Meio Ambiente

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação OSCAR ZUNIGA versio final para bibliotecaa.pdf3,32 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons