Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12256
Título: Aprendizagem de praticantes da estratégia sobre a rotina de monitoramento de projetos do modelo de gestão governamental “Todos por Pernambuco”
Autor(es): Silva, Tarcilene Jacinto Freitas da
Palavras-chave: Aprendizagem de praticantes da estratégia; Aprendizagem pela experiência. Estratégia como prática; Rotinas organizacionais; Contexto organizacional da esfera pública; Estratégias de aprendizagem; Aprendizagem experimental; Prática administrativa; Administração pública
Data do documento: 30-Jan-2014
Resumo: O objetivo geral desta pesquisa foi compreender o que e como os praticantes da estratégia da SEPLAG aprendem sobre a rotina de monitoramento de projetos, presente no modelo de gestão governamental “Todos por Pernambuco”. Os referenciais teóricos adotados foram, principalmente, aqueles pertinentes à aprendizagem nas organizações, sobretudo a perspectiva da aprendizagem pela experiência e a estratégia como prática, enfocando as rotinas organizacionais, além da gestão pública e a gestão de projetos. Dois objetivos específicos conduziram a realização da pesquisa: (i) compreender “o que” os praticantes da estratégia da SEPLAG aprendem sobre a rotina de monitoramento de projetos e (ii) compreender “como” os praticantes da estratégia da SEPLAG aprendem sobre a rotina de monitoramento de projetos. A estratégia adotada para a realização da investigação foi o estudo qualitativo de caso único. A organização estudada é responsável pelo monitoramento de projetos estratégicos para a gestão governamental no estado de Pernambuco. A coleta de dados foi desenvolvida por meio de entrevistas, documentos e observação. Foram realizadas dez entrevistas com os praticantes da estratégia da SEPLAG diretamente envolvidos com a rotina. A análise dos dados foi centrada na descrição e interpretação dos mesmos, aplicando-se o método da comparação constante para a edificação de categorias que alcançassem os objetivos da pesquisa. Assim, se concluiu que os conteúdos da aprendizagem adquiridos pelos praticantes da estratégia da SEPLAG sobre a rotina foram: compreender a complexidade dos projetos, compreender as particularidades das instituições envolvidas nos projetos e construir uma relação de confiança com as pessoas. No tocante aos meios de aprendizagem, se chegou a conclusão de que os praticantes da estratégia da SEPLAG aprenderam sobre a rotina estudada vivenciando experiências diversas e interagindo com as pessoas envolvidas nos monitoramentos. Acredita-se que esta pesquisa contribuiu para enriquecer e ampliar os debates acerca da aprendizagem pela experiência, visto que se apropriou dos conceitos desenvolvidos pelo filósofo americano John Dewey (1959, 2011) em um contexto educacional para compreender o fenômeno da aprendizagem em um contexto organizacional da esfera pública.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12256
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Administração

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO Tarcilene Jacinto Freitas da Silva.pdf966,22 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons