Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12220
Título: Avaliação da atividade antimicrobiana e citotóxica de óleos essenciais extraídos de buchenavia tetraphylla
Autor(es): Cavalcanti Filho, José Robson Neves
Palavras-chave: Caatinga; Produtos naturais; Combretaceae; Atividades antifúngicos; Candida albicans
Data do documento: 31-Jan-2014
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: A frequência de infecções fúngicas invasivas devido a fungos patógenos oportunistas aumentou claramente nos últimos anos, sendo Candida albicans responsável por grande parte dos casos. Esta levedura pode causar infecções superficiais de pele e mucosas, é a espécie mais encontrada nas infecções vaginais. Assim, é importante a busca de novas fontes de moléculas bioativas anti-C. albicans. Buchenavia tetraphylla (Combretaceae) é uma espécie neotropical, distribuída desde Cuba ao Rio de Janeiro, sendo uma planta etnomedicinal utilizada por comunidades tradicionais da região Nordeste do Brasil. Em pesquisa recente utilizando folhas da B. tetraphylla foi comprovada sua atividade antimicrobiana. O objetivo deste estudo foi avaliar a atividade antimicrobiana de extratos orgânicos de folhas de Buchenavia tetraphylla frente a Candida albicans, além de analisar o potencial citotóxico e antioxidante do extrato mais ativo. A triagem fitoquímica foi realizada por cromatografia em camada delgada, onde foram observada a presença de hidrocarbonetos, açúcares, glicosídeos, terpenos, taninos e flavonóides. A atividade antimicrobiana, foi determinada pelo método de microdiluição em caldo utilizando 10 linhagens de C. albicans. Os valores de CMI dos extratos variaram a partir de 0,15625 mg/mL a 2,5 mg/mL. Como o extrato metanólico apresentou melhor resultado anti-C. albicans, sua ação combinada com fluconazol foi testada sendo obsevado efeitos aditivos e sinérgicos. Nas células tratadas com o extrato metanólico no valor do CMI foram observadas modificações externas, apresentando maiores rachaduras e encolhimento celular que podem ser atribuído à perda do volume citosólico. Em relação a atividade hemolítica do mesmo extrato testado acima, foi observado um IC50 igual a 3,935 ±0,3088 mg/mL e para atividade antioxidante um IC50 de 64,66 (±1,81 μg/mL). Assim, estes resultados estimulam novas pesquisas sobre aspectos farmacológicos e citotóxicos dos extratos de B. tetraphylla a fim de apoiar a sua aplicação como agente antimicrobiano.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12220
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciências Biológicas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO José Robson Neves Cavalcanti Filho.pdf833,3 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons