Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12070
Título: Determinação da ação in vitro de antibióticos β-lactâmicos frente isolados multidroga-resistentes de Klebsiella pneumoniae portadores dos genes blakpc, blashv, blatem e blactx-m
Autor(es): VERAS, Dyana Leal
Palavras-chave: Klebsiella pneumoniae; Beta-lactâmicos; Beta-lactamases
Data do documento: 24-Fev-2014
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: O objetivo deste trabalho foi determinar a ação in vitro de antibióticos β-lactâmicos em isolados de Klebsiella pneumoniae portadores dos genes blaKPC, blaSHV, blaTEM ou blaCTX-M, desenvolvendo embasamento teórico para futura proposição de novas combinações terapêuticas. Sete isolados de K. pneumoniae foram utilizados, sendo 3 clínicos, 2 de comunidade e 2 de microbiota. Os isolados clínicos e de comunidade são portadores de genes codificantes de ESBL ou KPC e os de microbiota de -lactamases clássicas. Os genes de resistência foram identificados por PCR e seqüenciados utilizando primers específicos. A primeira fase deste estudo identificou os efeitos ultra-estruturais causados por -lactâmicos in vitro nos isolados clínicos e de microbiota de K. pneumoniae. Os isolados clínicos foram submetidos a concentrações clinicamente relevantes de ceftazidima, cefotaxima, aztreonam e/ou imipenem e os isolados de microbiota a ampicilina e amoxicilina, para análise pela Microscopia Eletrônica de Transmissão (MET) e Varredura (MEV). Diferentes alterações morfológicas e ultra-estruturais foram identificadas, como filamentação celular, perda de material citoplasmático e deformação dos septos de divisão, após submissão aos antibióticos, tanto nos isolados clínicos de K. pneumoniae como nos obtidos de microbiota. A segunda fase deste estudo determinou a influência destes antibióticos na produção de cápsula polissacarídica (CPS) nos isolados clínicos e de comunidade de K. pneumoniae. Os isolados foram submetidos a concentrações clinicamente relevantes de cefotaxima, ceftazidima, aztreonam e/ou imipenem para analise pela MET, utilizando citoquímica de carboidratos. Todos os isolados tiveram confirmação da presença da região promotora do operon envolvido na produção de CPS, identificado através de PCR e sequenciamento. A ceftazidima e o aztreonam foram capazes de inibir a produção de CPS nos isolados de K. pneumoniae produtores de ESBLs mas não no isolado produtor de KPC, o qual teve sua síntese fortemente inibida apenas pelo imipenem. A cefotaxima não interferiu na produção de CPS em nenhum dos isolados analisados. Nossos resultados demonstraram que antibióticos -lactâmicos possuem ação residual in vitro nos isolados analisados, sugerindo que a produção de ESBL e KPC por isolados de K. pneumoniae não são capazes de evitar completamente a interação de antibióticos β-lactâmicos com as PBPs bacterianas. Podemos concluir ainda que a ceftazidima, o aztreonam e o imipenem, podem ser capazes de inibir a produção de CPS em isolados clínicos e de comunidade de K. pneumoniae, contribuindo para diminuir a expressão do fator de virulência mais importante desta espécie bacteriana.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12070
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Medicina Tropical

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE Dyana Leal Veras.pdf6,41 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons