Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11971
Título: Estudo comparativo da reação inflamatória e da deposição de fibras colágenas induzidas por biopolímero da cana-de-açucar e polipropileno
Autor(es): Silveira, Arlon Breno Figueiredo Nunes da
Palavras-chave: Inflamação; Biopolímero; Incontinência urinária; Colágeno; Cana-de-açúcar
Data do documento: 28-Fev-2014
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Introdução: O Sling é considerado padrão ouro para o tratamento da Incontinência Urinária de Esforço. Essa técnica cirúrgica utiliza um material sintético no espaço suburetral para prover um arcabouço de fibrose e corrigir a perda urinária. A partir do melaço da cana-de-açúcar, por síntese da bactéria Zoogloea sp., obtivemos o biopolímero da cana-de-açúcar que pode ser processado em forma de membrana. Nosso objetivo é avaliar a ação do biopolímero da cana-de-açúcar comparando-o com o polipropileno, no tocante, a reação inflamatória e indução da formação de fibras colágenas. Material e Métodos: Trata-se de um estudo experimental, prospectivo, controlado, tipo ensaio clínico. Utilizamos 30 ratos Wistar, divididos em dois grupos de 15 animais, que tiveram uma tela de polipropileno e outra membrana de biopolímero da cana-de-açúcar implantadas no subcutâneo da parede abdominal. Os animais sacrificados após sete e 120 dias do procedimento. Analisamos e comparamos a reação inflamatória e a deposição de fibras colágenas induzidas pelos materiais utilizados. Todas as conclusões foram tomadas ao nível de significância de 5%. Resultados: A reação inflamatória aguda e linfoplasmocitária foram maiores, nos primeiros sete dias, induzidas pelo biopolímero. Sendo essas respostas semelhantes entre os materiais após 120 dias. A deposição de fibras colágenas foi significativamente maior quando induzida pelo biopolímero, tanto após sete dias, quanto após 120 dias. Não foi demonstrada rejeição, infecção, necrose em nenhum dos animais do estudo. Conclusão: O biopolímero no subcutâneo dos ratos, em nosso experimento, estimulou uma resposta inflamatória e um acúmulo de fibras colágenas maiores que o polipropileno.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11971
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Cirurgia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE Arlon Breno Figueiredo Neves da Silveira.pdf1,48 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons