Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11871
Título: Nos domínios da política estatal: o poder desterritorializado e as bases de sustentação política de Getúlio Vargas (1930-1934)
Autor(es): SANTOS NETO, Martinho Guedes dos
Palavras-chave: Nordeste; Governo Provisório; Entorno paulista; Territorialidade de poder; Militares; Poder; Política
Data do documento: 28-Fev-2014
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Esse estudo materializa a tese de doutoramento em que se discute, que as bases de sustentação política de Getúlio Vargas, no período que vai de 1930 a 1934, estavam assentadas no Nordeste. Para esse espaço regional foram direcionadas as ações, que promoveram a estruturação política do Estado que emergiu com a revolução de 1930. No Nordeste, a ação política do Governo Provisório agenciou o alinhamento político e de poder de Getúlio Vargas pelo discurso factual de poder, cujo fim foi justificar a realização da revolução de 1930 e identifica-la como necessária ao reordenamento político do Brasil. Com o objetivo de desterritorializar a influência política e de poder do entorno paulista, Getúlio Vargas empreendeu uma serie de ajustes que fizeram emergir uma nova territorialidade de poder a partir do Nordeste. Sustentado pelos militares, a consolidação das interventorias neste espaço regional, contribuiu para que as demandas econômicas e os ajustamentos de poder no Nordeste garantisse ao Governo Provisório o apoio em bloco, frente aos interesses de poder do entorno paulista.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11871
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - História

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE Martinho Guedes dos SAntos Neto.pdf13,14 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons