Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11858
Title: Condensação de sentidos e paródia : categorização social sobre sexo, gênero e sexualidade
Authors: MIRANDA, Marcelo Henrique Gonçalves de
Keywords: Pos-Estruturalismo;Teoria Queer;Categorização Social;Heteronormatividade;Homossexualidade;Análise da Conversação
Issue Date: 31-Jan-2013
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Inserida nas reflexões contemporâneas da Teoria Social, relativas à questão da sexualidade e heteronormatividade, a tese teve por objetivo compreender como ocorre o processo de condensação de sentidos por homossexuais masculinos a partir de um contexto paródico, em torno das categorias de sexo, gênero e sexualidade. Como quadro teórico, a tese se insere nas perspectivas Pós-Estruturalistas/Teoria Queer e nas abordagens sociológicas sobre categorização social ancoradas na Etnometodologia e na Análise Conversacional. A metodologia foi de natureza qualitativa, exploratória. Como método foi utilizado o grupo focal cujos participantes foram homossexuais masculinos camada de popular. A técnica de registro foi a videografia. A transcrição dos dados videografados teve por base a sequencialidade e temporalidade da interação e a organização da própria atividade. A análise realizada teve por objetivos (a) identificar de que forma os pares categoriais macho/fêmea; homem/mulher; heterossexual/homossexual foram categorizados pelos integrantes do grupo a partir de um contexto paródico e, (b) identificar de que forma os pares categoriais dicotômicos – macho/fêmea (sexo); homem/mulher (gênero); heterossexual/homossexual (sexualidade) são reproduzidos ou desestabilizados via paródias. Nesta análise focalizamos: a) a forma como os participantes discutiam as categorias de sexo, gênero e sexualidade; b) a seleção e o tratamento dado às categorias pessoais durante a discussão e; c) a trajetória discursiva das categorias em análise. Também fizemos uso das categorias de análise das abordagens Pós-Estruturalistas/Teoria Queer sobre a sexualidade. Quanto ao primeiro objetivo encontramos como resultado um processo contínuo de construção de subtópicos e ou recategorizações que teve como tópico central homossexualidades e o mundo parodiado, subdividido nos subtópicos e ou categorias: (a) vida engraçada/cômica; (b) programas de humor ; (c) ser pintoso e (d) mulher em um corpo de um homem ou um homem no corpo de uma mulher. Em relação ao segundo, a análise revelou que do conjunto das categorias produzidas pelo grupo focal recategorizadas, duas foram reproduzidas e quatro foram desestabilizadas. Esses resultados corroboram a hipótese levantada de que, o processo de condensação de sentidos em relação às categorias da heteronormatividade dos homossexuais não é, simplesmente, uma réplica dos modelos preestabelecidos sobre as categorias hegemônicas de sexo, gênero e sexualidade, uma vez que a existência de uma dimensão contingencial atualiza a instabilidade constitutiva das categorias sociais. Dessa maneira, a ambivalência – constituinte dessas paródias – possibilitou a condensação de sentidos, seja na reprodução ou desestabilização das categorias dicotômicas de sexo, gênero e sexualidade. Por fim, no quadro mais geral da Teoria Social, o presente estudo contribui na consideração das contingências no estudo da realidade social.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11858
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Sociologia



This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.