Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1180
Título: Incentivo e Inibição ao Empreendedorismo Pelas Práticas Didático-Pedagógicas de Seis Cursos de Graduação em Administração da Região Metropolitana do Recife: a Percepção dos Alunos Empreendedores
Autor(es): Gitirana Gomes Ferreira, Paulo
Palavras-chave: Administração Cursos de graduação Empreendorismo e práticas didático-pedagógicas;Empreendorismo (Administração) Cursos de graduação
Data do documento: 2002
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Gitirana Gomes Ferreira, Paulo; Lincoln Carneiro Leão de Mattos, Pedro. Incentivo e Inibição ao Empreendedorismo Pelas Práticas Didático-Pedagógicas de Seis Cursos de Graduação em Administração da Região Metropolitana do Recife: a Percepção dos Alunos Empreendedores. 2002. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2002.
Resumo: Esta dissertação constitui-se numa investigação das práticas didático-pedagógicas de seis cursos de graduação em administração, da Região Metropolitana do Recife, enquanto estratégias de ensino que incentivam ou inibem o empreendedorismo, tudo apenas segundo a percepção dos alunos empreendedores. A pesquisa foi realizada em três etapas. A primeira foi um levantamento exploratório das práticas em uso. Numa segunda, foram aplicados questionários a quatrocentos e oitenta e seis alunos de seis cursos de graduação em Administração da Região Metropolitana do Recife, investigando o incentivo ou inibição de quinze práticas didático-pedagógicas dos cursos em relação ao empreendedorismo. A terceira etapa, fruto da anterior, constituiu-se em entrevistas semi-estruturadas e dirigidas aos alunos que já eram empreendedores, com o objetivo de aprofundar a investigação. No limite do que representa a percepção dos alunos empreendedores, o estudo indica que práticas simuladoras de atividades empreendedoras tendem a incentivar o empreendedorismo nos alunos, enquanto as que se restringem à transmissão do conhecimento tendem a não incentivar. O trabalho também indica que o curso de graduação em administração pode muito bem estimular atitudes e desejo de estudantes de se desenvolverem como empreendedores, mas a experiência pessoal empreendedora é única e insubstituível
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1180
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Administração

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo1744_1.pdf1,39 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.