Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11718
Título: Estética e Aplicabilidade do Material Pétreo Preto São Marcos
Autor(es): SANTOS, Renata Barrêto
Palavras-chave: Preto São Marcos; Colorimetria; Estética das Rochas; Gerenciamento de Cores; Cor e Brilho
Data do documento: 20-Dez-2012
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Este trabalho abordou mudanças no padrão estético através do uso de ferramenta quantificadora de luz refletida, inclusive para cada espectro visível. É possível perceber mudanças que associadas à descrição petrográfica e às características tecnológicas, orientarão uma escolha consciente e precisa do material pétreo e a monitoração do seu uso. Com a diversidade de tipos de rocha ofertados hoje no mercado, percebe-se a necessidade de preparo de profissionais para identificar a rocha mais adequada para um determinado uso. Outrossim, as características e efeitos dos produtos de limpeza precisam ser sistematicamente acompanhados, de modo que a percepção estética deve ir além da beleza momentânea, inclusive servir de referência para perceber e prever suas mudanças e respectivos desdobramentos sobre propriedades mecânicas do material no decorrer do tempo e do uso estimado e, naturalmente, sua durabilidade otimizada. A permanência da estética e preservação dos parâmetros físicos e mecânicos da rocha passam a depender do aprofundamento teórico para prever a finalidade da indicação da rocha. Os estudos realizados, neste trabalho, abordam a aplicação da espectrometria e luminosidade até a implementação prática do gerenciamento de cores e do brilho, passando pela análise conceitual da cor, sistema visual humano, fontes de luz, temperatura de cor, modelos de cores, espectro eletromagnético, espectrometria, espectro-radiométria, dispositivo para aferir a cor, além de analises petrográfica e tecnológicas do material estudado. A fim de implementar o gerenciamento de cores, foi necessário equipamento de medição, cartelas de referência para calibração e software para ler os dados captados pelo equipamento de medição. Para a implementação do sistema, em caráter experimental, foram utilizadas amostras no material pétreo Preto São Marcos, e os resultados obtidos, mostram que houve alteração do índice colorimétrico e do brilho entre o material original e o sujeito a ataque químico, embora não fossem percebidas a olho nu, devido à composição mineral da rocha.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11718
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Engenharia Mineral

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Renata Barreto Santos.pdf6,3 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons