Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1157
Título: Formação e Institucionalização do Campo Organizacional do Turismo no Recife-PE
Autor(es): HOLANDA, Luciana Araújo de
Palavras-chave: Gestão organizacional; Administração; Turismo - Recife; Recursos humanos; Mercado de trabalho
Data do documento: 2003
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Araújo de Holanda, Luciana; Milano Falcão Vieira, Marcelo. Formação e Institucionalização do Campo Organizacional do Turismo no Recife-PE. 2003. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.
Resumo: Este estudo tem como objetivo geral descrever e analisar as origens e institucionalização do campo organizacional do turismo na cidade de Recife-PE. Como objeto recente de estudos e pesquisas sistematizadas, o turismo tem sido analisado, preponderantemente, sob a ótica econômica e mercadológica. A maior parte dos estudos é de natureza técnica, tratando o turismo como indústria e/ou setor embora estes conceitos, em seu sentido clássico, não lhe sejam adequados. Tendo em vista a dificuldade em conceituar, de maneira clara e explícita, o que é o turismo, como ele se vincula e estabelece interfaces com outras atividades inerentes à sociedade, como se alinha ao processo produtivo tradicional da economia, este trabalho propõe analisar o turismo com base nos pressupostos da teoria institucional, utilizando o conceito de campo organizacional proposto por DiMaggio e Powell (1983). Acredita-se que o conceito de campo organizacional se configura como uma alternativa para ultrapassar as definições reducionistas do que se entende por turismo. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, onde resgata-se as origens e evolução histórica do campo do turismo em Recife, identificando o contexto de referência e os atores preponderantes na sua formação. Os resultados permitiram verificar que o campo em estudo não se encontra mais em seu estágio inicial, porém, ainda não está totalmente institucionalizado. Concluiu-se que o grau de institucionalização do campo é baixo, entretanto, os indicadores utilizados para a pesquisa, com base na literatura especializada na área, oferecem evidências na direção do aumento gradual do grau de institucionalização
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1157
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Administração

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo1697_1.pdf945,69 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.