Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1156
Title: Flexibilização, Segmentação Econômica, Mercado de Trabalho e Determinação de Salários no Brasil: de 1973 a 1996
Authors: SILVA FILHO, Linderson Pedro da
Keywords: Administração; Mercado de Trabalho; Segmentação econômica; Salários - Brasil
Issue Date: 2003
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Pedro da Silva Filho, Linderson; Alexandre Barbosa Neves, Jorge. Flexibilização, Segmentação Econômica, Mercado de Trabalho e Determinação de Salários no Brasil: de 1973 a 1996. 2003. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.
Abstract: O presente estudo centra-se na análise do que ocorreu no mercado de trabalho no Brasil nos últimos trinta anos com a aceleração da flexibilização do trabalho, em particular na determinação de salários. Estes fatos foram investigados através principalmente das abordagens pós-fordista da especialização flexível por um lado e das teorias neomarxistas de classes e da segmentação econômica por outro, além da utilização de algumas teorias que se relacionam com o mercado de trabalho e as idéias da flexibilização. Para os testes estatísticos foram utilizados dados provenientes das Pesquisas Nacionais de Amostra Domiciliar, as chamadas PNAD s, dos anos de 1973, 1982,1988 e 1996. Os testes das hipóteses de pesquisa foram realizados através de dois modelos de regressão de mínimos quadrados ordinários para cada ano das PNAD s, tendo como comparação os coeficientes não-padronizados das regressões para as variáveis posição de classes e interação entre as variáveis escolaridade e posição de classes. Ao final, conclui-se que apesar do avanço das idéias da flexibilização no Brasil, a partir da década de 1990, o diferencial líquido de salário entre gerentes e trabalhadores não sofreu uma redução, a diferença de retorno salarial da escolaridade aumentou a partir da década de 1990 e que não há ainda uma certeza sobre se realmente houve a emergência de um novo paradigma, o pós-fordismo, ou a continuidade do antigo paradigma, o fordismo, através de uma adaptação deste aos novos tempos
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1156
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1675_1.pdf382.14 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.