Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11541
Título: Análise de Redes Sociais em Projetos: Um Mapeamento Sistemático
Autor(es): Pacheco Junior, José Claudemir
Palavras-chave: Análise de Redes Sociais; Projetos; Gestão de Projetos; Gerenciamento de Projetos; Mapeamento Sistemático
Data do documento: 1-Set-2014
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Contexto: A análise de redes sociais (SNA – Social Network Analysis) vem adquirindo adeptos em diversos ramos da ciência, estimulando a investigação acerca de como o indivíduo está imerso dentro de uma estrutura social ou como esta estrutura é modelada a partir das microrrelações entre as partes individuais, ou ainda, o papel que as diferentes estruturas podem ter sobre variáveis específicas de cada campo do conhecimento. Assim, esta abordagem surge como um desafio no campo de pesquisas empíricas relacionadas a organizações em geral e, em especial, relacionadas a projetos, que são organizações temporárias voltadas à criação de um produto, serviço ou resultado exclusivo. Objetivo: O objetivo principal desta pesquisa é mapear os principais estudos empíricos publicados em conferências e periódicos que usem técnicas de SNA em projetos ou dimensões de projetos realizados nos mais variados contextos, na indústria ou na academia, e, desta forma, apontar os principais benefícios e limitações do uso destas técnicas no contexto de projetos. Assim, para uma melhor compreensão do contexto estudado, busca-se levantar as dimensões de projetos que têm sido investigadas através do uso de SNA, as principais métricas de SNA aplicadas em projetos, as ferramentas utilizadas para apoiar SNA em projetos, os métodos de pesquisa utilizados nos estudos empíricos sobre SNA em projetos e as implicações destes estudos para a comunidade acadêmica e para a prática em gerenciamento de projetos. O escopo deste trabalho, no entanto, não contempla projetos de software open source, mas apenas projetos tradicionais, com equipes físicas localizadas ou distribuídas. Método: A pesquisa foi conduzida através de um mapeamento sistemático da literatura, que visa resgatar das diversas fontes científicas estudos empíricos publicados na área, para extrair e sintetizar destes estudos os dados destinados a responder às questões de pesquisa. Resultados: Neste mapeamento foram analisados 2520 estudos, a partir dos quais foram selecionados 100 estudos relevantes para os fins da pesquisa, publicados entre 1996 e 2013. Através da análise destes estudos foi possível apontar alguns benefícios e limitações da aplicação da SNA em projetos. São exemplos de benefícios: a promoção da colaboração, a melhoria da comunicação entre os participantes e a reestruturação dos times de modo a alcançar melhores índices de desempenho e contribuir para o alcance do sucesso do projeto. Conclusão: A quantidade de publicações que estudam a aplicação de SNA em projetos cresceu nos últimos anos, trazendo uma contribuição relevante e diversificada tanto para a academia quanto para o mercado. Mesmo assim, considera-se importante a execução de novas pesquisas empíricas para identificar novas técnicas que auxiliem as diversas dimensões da área de projetos ou para aprofundar, inclusive através de replicações de estudos, o uso das técnicas de SNA já conhecidas.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11541
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciência da Computação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO José Claudemir Pacheco Júnior.pdf4,71 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons