Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11540
Title: Crítica e contingência: uma reavaliação da crítica humanista através do perspectivismo filosófico de José Ortega e Gasset e do personalismo crítico de Álvaro Lins
Authors: Maria, Eduardo Cesar
Keywords: Crítica Literária;Humanismo;Crítica Impressionista;Jornalismo Cultural
Issue Date: 22-Feb-2013
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: O presente estudo se centra, fundamentalmente, na discussão a respeito das possíveis contribuições da tradição intelectual humanista e de seus valores para a crítica literária do nosso tempo, tomando como eixo, respectivamente, (1) a concepção de uma tradição humanista particular, de caráter antiidealista e eminentemente retórico, pouco difundida e estudada no âmbito filosófico, e que é apresentada na primeira parte desta tese; (2) a filiação e as contribuições da filosofia e da critica literária do pensador espanhol José Ortega y Gasset com relação a essa versão retórica e antiplatônica do humanismo; e (3) um estudo de caso, realizado a partir da obra de crítica literária de Álvaro Lins, principalmente em seus textos de caráter jornalístico, voltados para o leitor comum e não especializado, como exemplo de uma crítica personalista de claro valor humanístico. Em conformidade com a perspectiva de filósofos como Ernesto Grassi e Francisco José Martín, e de teóricos da literatura como Antoine Compagnon, Richard Freadman e Seumas Miller, entre outros, considero que a tradição humanista, seja em filosofia ou em crítica literária, foi o bode expiatório das mentalidades cientificista, racionalista, positivista e das mais diversas formas de radicalismo ideológico provenientes das principais correntes de teoria literária que se desenvolveram no século passado e que nos influenciam até os dias de hoje. Mostro, no desenvolvimento do estudo, que, apesar de ter ficado estigmatizada por um eficiente trabalho de difamação levado a cabo por detratores diversos, a perspectiva humanista a que me refiro, desde que reavaliada e adaptada às condições e exigências da atualidade, pode ser um caminho alternativo, ou pelo menos complementar, ao da radical especialização dos estudos literários, oferecendo sugestões valiosas para o exercício da crítica jornalística e, ainda, dialogando criticamente com a disciplina acadêmica da Teoria da Literatura.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11540
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Teoria da Literatura

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE EduardoFerreira Filho.pdf2.36 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons