Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11447
Título: Um Estudo Empírico sobre a Relação dos Agentes da Hélice Tríplice no Contexto da Lei de Informática
Autor(es): MESEL, Sarah Regina Ferreira
Palavras-chave: Cooperação; Hélice Tríplice; Lei de Informática; Pesquisa; Desenvolvimento e Inovação (P,D&I)
Data do documento: 10-Out-2013
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: MESEL, Sarah Regina Ferreira. Um estudo empírico sobre a relação dos agentes da hélice tríplice no contexto da Lei de informática. Recife, 2013. 104 f. Dissertação (mestrado) - UFPE, Centro de Informática, Programa de Pós-graduação em Ciência da Computação, 2013.
Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo oferecer uma análise sobre o relacionamento de cooperação em projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P,D&I) dentro do contexto da Lei de Informática entre os agentes da Hélice Tríplice. Estes agentes são representados pelo Governo, Industria e Institutos de Ciência e Tecnologia (ICT), privados e públicos. Uma das motivações para a realização desta pesquisa foi influenciada por constatações do relatório da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), encomendado pelo Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), no período de 1998 a 2008. Este relatório indicou que ICT´s públicos receberam 1/20 do valor total disponível de investimento de Lei de Informática e 30% das empresas beneficiárias consideram muito pouco relevantes a parceria com os ICT´s. Outra motivação foi a oportunidade de entender os pontos positivos e negativos dos mecanismos da Lei de Informática para minimizar problemas no relacionamento entre as empresas e os ICT´s. Foi realizado um estudo empírico com agentes da Hélice Tríplice envolvidos em projetos de cooperação através da Lei de Informática. Para realizar a coleta de dados foram aplicados os métodos de questionário e entrevista semiestruturada. O questionário foi aplicado a 28 representantes de empresas beneficiárias da Lei de Informática e as entrevistas semiestruturadas foram realizadas com quatro representantes de ICT´s, públicos e privados, quatro representantes da Industria e um do Governo com cargo no MCTI. Esta pesquisa contribuiu com esclarecimentos sobre os mecanismos da Lei de Informática, objetivando apoiar ICT´s e empresas novatas que desejem se habilitar ou mesmo aqueles que já se beneficiam da Lei, obtendo um conhecimento atual e mais específico sobre as principais facilidades e dificuldades da Lei de Informática. Além disso, este estudo poderá dar oportunidade de aperfeiçoar o conhecimento mútuo dos atores de modo a fomentar relacionamentos comerciais porvir. Por fim, o trabalho propões contribuir com a academia, gerando nova literatura com informações relacionadas à Lei de Informática.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11447
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciência da Computação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Mestrado Sarah Mesel_Outubro 2013.pdf1,65 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons