Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1136
Título: Evidências da associação do EVA (Economic Value Added) com os retornos das ações na Bolsa de Valores de São Paulo: uma análise comparativa com indicadores de performance baseados nas informações contábeis
Autor(es): Raymundo Ribeiro Campos Filho, José
Palavras-chave: Administração Finanças corporativas;EVA Economic Value Added;Indicadores de desempenho empresarial
Data do documento: 2004
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Raymundo Ribeiro Campos Filho, José; Ulises de Montreuil Carmona, Charles. Evidências da associação do EVA (Economic Value Added) com os retornos das ações na Bolsa de Valores de São Paulo: uma análise comparativa com indicadores de performance baseados nas informações contábeis. 2004. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Resumo: Nos últimos anos, uma atenção cada vez maior tem sido dada às novas medidas de performance empresarial, em substituição à tradicional análise dos lucros por ação. Dentre estas novas medidas, pode se destacar o Economic Value Added (EVA), em virtude da grande atenção recebida na literatura acadêmica e publicações especializadas. Como decorrência da importância e do destaque do EVA no meio acadêmico (principalmente nos Estados Unidos da América e na Inglaterra), diversos trabalhos empíricos foram realizados, na tentativa de identificar se este modelo é relevante para a mensuração dos valores das empresas. Contudo, estes trabalhos empíricos apresentam resultados contraditórios. Além disso, este modelo de mensuração de performance ainda tem sido alvo de poucas pesquisas acadêmicas empíricas no Brasil, o que é insuficiente para identificar a sua importância no país. Motivada por esta carência de trabalhos empíricos, a presente dissertação procura fornecer dados empíricos para analisar se, no Brasil, o EVA é uma medida de desempenho que oferece maior explicação dos retornos das ações do que medidas tradicionais de desempenho, sendo estas: Lucros por Ação, Fluxo de Caixa Operacional, NOPAT (net operating profits after taxes) e Lucro Residual. Verifica-se que o EVA não detém poder de explicação dos retornos por ação, de maneira consistente, maior do que medidas de performance tradicionais para ambas as abordagens informacionais trabalhadas. Por fim, verifica-se que a modelagem por panel data (dados em painel) apresenta-se claramente superior à modelagem pelo método dos MQO (mínimos quadrados ordinários), para a análise de medidas de performance empresarial baseadas em informações contábeis e para a abordagem do conteúdo relativo
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1136
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Administração

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo1597_1.pdf1,37 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.