Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11358
Título: Avaliação de desempenho dos servidores técnico-administrativos da UFPE: um estudo sobre representações sociais
Autor(es): Cordeiro, Carlos José Arruda
Palavras-chave: Gestão Pública; Gestão de Pessoas; Avaliação de Desempenho Funcional; Representação Social
Data do documento: 18-Jun-2013
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Analisa-se neste estudo o processo de avaliação de desempenho funcional dos servidores Técnico-Administrativos em Educação (TAE’s) da Universidade Federal de Pernambuco – UFPE à luz da teoria das representações sociais. Faz-se uma descrição das representações sociais apresentadas pelos servidores da equipe de coordenação e operacionalização do processo de avaliação de desempenho e, também, dos servidores avaliadores e avaliados, para averiguar se a avaliação de desempenho dos servidores TAE’s da UFPE é adequada aos propósitos e finalidades contidos em seu projeto de constituição. Para isso tem-se como objetivo geral verificar as de representações sociais que surgem sobre o processo de avaliação de desempenho e especificamente, os seguintes objetivos: verificar as representações sociais a respeito dos instrumentos de avaliação, da relação entre avaliadores e avaliados e estes com a avaliação e, dos possíveis resultados e consequências do processo avaliativo. Buscam-se as informações através de entrevistas semi-estruturadas realizadas com quatro grupos de servidores: o primeiro grupo representado por servidores da equipe que coordena e operacionaliza o processo de avaliação de desempenho; o segundo grupo representado por servidores técnicos gestores avaliadores, o terceiro grupo representado por servidores docentes gestores avaliadores e o quarto grupo representado por servidores técnicos que fazem a autoavaliação. As questões das entrevistas foram definidas como categorias temáticas através das quais foram configuradas as categorias representativas (representações sociais). Para o tratamento dos dados utilizou-se como técnica de interpretação de texto a análise de conteúdo. Foram analisadas as representações a partir de três dimensões que estão relacionadas como os objetivos específicos: dimensão instrumental, dimensão relacional e dimensão consequencial. Procurou-se na descrição das representações, configuradas em quadros, fazer conexões com aspectos teóricos (fenomenológicos, constitutivos e estruturais) relacionados com as representações sociais consideradas pertinentes e significativas. As representações apesar de serem diferentes objetivamente são geradas por estruturas de comportamento, valores crenças, comuns aos grupos pesquisados, constituídos ao longo de um processo histórico que permeia o comportamento organizacional da instituição. Pode-se dizer que conhecendo as representações dos servidores possibilita-se o entendimento do comportamento dos mesmos. As representações sociais apresentadas neste estudo apontam para uma inadequação da avaliação à realidade dos servidores e a necessidade de uma revisão do processo de avaliação para o seu aprimoramento. Este estudo indica ainda as razões da inadequação e as sugestões para contribuir com uma revisão. Como pesquisa exploratória este estudo abre espaço a outras pesquisas para constatar e ampliar o corpo de conhecimento sobre o processo de avaliação de desempenho dos TAE’s na UFPE.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11358
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Gestão Pública para o Desenvolvimento do Nordeste

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de Carlos José okbdtd - 2013.pdf4,51 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons