Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11158
Título: Fatores associados ao tempo para o surgimento de bactérias Gram-negativas multidroga resistentes em pacientes críticos: um Estudo Prospectivo
Autor(es): Paiva Júnior, Marçal Durval Siqueira
Palavras-chave: Bactérias Gram-Negativas; Resistência Microbiana a Medicamentos; Fatores de Risco; Unidade de Terapia Intensiva
Data do documento: 28-Ago-2012
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: A emergência de bactérias Gram-negativas com resistência antimicrobiana é uma preocupação de ordem mundial. Diversos estudos vêm mostrando o crescimento desse problema no ambiente hospitalar, especialmente em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). OBJETIVOS: Analisar o tempo até o surgimento de bactérias Gram-negativas multidroga resistentes (BGN-MDR) e os fatores de risco para aquisição de infecção/colonização por esses patógenos nos pacientes de duas UTI (uma pública e uma privada) em Recife. A influência desses fatores no tempo até o surgimento da resistência também foi avaliada. METODOLOGIA: Estudo de coorte prospectivo, com análise estatística de sobrevida. Todos os pacientes admitidos no segundo semestre de 2011 nessas duas UTI, que permaneceram internados por mais de 48 horas e cuja família autorizou a participação na pesquisa foram seguidos enquanto estiveram internados na UTI, por um período máximo de tempo de 28 dias, ou até a positivação de cultura/swab para BGN-MDR. Foi coletado swab na admissão e semanalmente, além das culturas solicitadas pela equipe médica assistente, de acordo com suspeita clínica de infecção. Os pacientes foram acompanhados diariamente pelo pesquisador. RESULTADOS: Dos 177 pacientes incluídos no estudo, 56 tiveram cultura ou swab positivos para BGN-MDR, uma taxa de incidência de 3,6 casos/100 pacientes-dia. O tempo mediano de sobrevida até atingir o desfecho foi 14 dias. Entre os fatores de risco, internamento hospitalar prévio, uso de antibióticos nos 30 dias anteriores à admissão na UTI e uso de ventilação mecânica aumentaram o risco de aquisição de BGN-MDR, com significância estatística. CONCLUSÃO: Procedimentos invasivos, como ventilação mecância, uso prévio de antibiótico e internamento hospitalar anterior foram associados a maior risco de surgimento de BGN-MDR, com risco diário aumentado, nos pacientes críticos estudados.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11158
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Medicina Tropical

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Mestrado Marcal final - Versao digital 2014.pdf1,56 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons