Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11061
Title: Demanda de Saúde Mental na Estratégia Saúde da Família em Recife-PE: Aspectos Epidemiológicos
Authors: Souza, Aluska Mirtes Araujo
Keywords: Saúde Mental;Programa Saúde da Família;Educação em Saúde;Enfermagem Psiquiátrica
Issue Date: Dec-2013
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: A Saúde Mental no Brasil é constituída por serviços assistenciais de base comunitária, implantados com o objetivo de proporcionar à população atividades de promoção, educação em saúde, prevenção de agravos e terapêutica eficaz. Dentre estes serviços, destaca-se a Estratégia Saúde da Família, pelo tipo de assistência que esta representa. Assim, realizar um estudo epidemiológico sobre a demanda em Saúde Mental deste serviço proporciona subsídios para um adequado planejamento das ações para a comunidade. Esta dissertação é composta por dois artigos, um de revisão e um original. O primeiro corresponde à revisão integrativa, intitulado “Atenção em saúde mental na estratégia saúde da família: uma revisão integrativa”, cujo objetivo é identificar artigos científicos publicados do período de 2002 a 2012 que descrevessem como as práticas de atenção em Saúde Mental vêm sendo desenvolvidas na Estratégia Saúde da Família. Foram utilizados como descritores “atenção à saúde”, “saúde mental” e “programa saúde da família” para pesquisa na base de dados da biblioteca virtual de saúde, sendo selecionados 21 artigos oriundos das bases LILLACS, CIDSAÚDE e biblioteca SCIELO. Os estudos indicaram falhas relevantes na lógica de funcionamento da rede em Saúde Mental, sendo evidenciados poucos avanços no âmbito da Estratégia Saúde da Família, razão pela qual o processo de reinserção do indivíduo portador de transtorno mental na sociedade não se dá de forma satisfatória. O segundo artigo corresponde ao original, intitulado “Demanda de Saúde Mental na Estratégia Saúde da Família em Recife-PE: aspectos epidemiológicos”, e tem como objetivo identificar os aspectos epidemiológicos das demandas de Saúde Mental dos usuários da Estratégia Saúde da Família do município do Recife-PE. Caracteriza-se por ser um estudo transversal e quantitativo, que utilizou um banco de dados oriundo da pesquisa intitulada “Transtornos mentais em indivíduos assistidos pelo Programa de Saúde da Família na Cidade do Recife – necessidades do cuidar”. A amostra para este estudo foi de 1020 usuários das Estratégias Saúde da Família dos seis distritos sanitários de Recife-PE. Para análise das variáveis qualitativas, foram calculadas as frequências simples e relativas. Para avaliar a associação dos fatores socioeconômicos com a presença do transtorno mental foram aplicados os testes Qui-quadrado e Exato de Fisher. A demanda para assistência em saúde mental identificada foi de 18%, em que 17,7% dos usuários eram portadores de transtorno mental, sendo a maioria do sexo feminino, casada, com faixa etária entre 51 a 65 anos de idade e com renda familiar entre 1 a 2 salários mínimos. A dependência química mostrou-se como o transtorno mental mais prevalente. O destino dos dejetos e o número de pessoas que moram com o indivíduo foram associados à ocorrência de transtorno mental. A demanda identificada requer que a equipe de enfermagem que atua nas Estratégias Saúde da Família investigadas e os gestores de saúde reconheçam a sua demanda e atuem na elaboração de políticas públicas que permitam desenvolver estratégias direcionadas às necessidades de assistência de saúde mental da população com ênfase em atividades de educação em saúde que proporcionem uma adequada promoção em saúde, prevenção de agravos e uma abordagem terapêutica eficaz.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11061
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Aluska Mirtes Araujo Souza.pdf1.41 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons