Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11049
Título: Modelo de Probabilidade a Priori Para Estimativa de Custos Na Gestão de Projetos Em Construção Civil
Autor(es): PALHA, Rachel Perez
Palavras-chave: Gerenciamento de Projetos; Probabilidade a Priori; Custo na Construção Civil
Data do documento: 26-Dez-2012
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: PALHA, Rachel Perez. Modelo de probabilidade a priori para estimativa de custos na gestão de projetos em construção civil. Recife, 2012. 106 f. Dissertação (mestrado) - UFPE, Centro de Tecnologia e Geociências, Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção, 2012.
Resumo: Os Projetos de Construção Civil geralmente são gerenciados seguindo as metodologias convencionais de Gestão de Projetos. Atualmente, entretanto, muitas Empresas têm optado pela modalidade de Contrato por Aliança ou Administração devido às vantagens geradas relativas à transparência nas informações e acesso às tecnologias empregadas. Este tipo de contratação, entretanto, dificulta o acompanhamento das obras, pois suas condições comerciais ferem uma série de condicionantes impostos pelos modelos de gestão normalmente utilizados. A fim de solucionar este problema, foi desenvolvida nesta dissertação um modelo para estimativa de custo de um projeto contratado sob regime de Aliança. Foi feito um estudo de caso onde o projeto já se encontrava em execução e vinha enfrentando diversos problemas para cálculo de seu custo final, desta forma decidiu-se entrevistar 04 especialistas a fim de determinar a função densidade de probabilidade das variáveis mais significativas quanto ao valor total da obra utilizando o conhecimento a priori destes. Foi utilizado o Diagrama de Pareto a fim de escolher as 11 variáveis mais significativas para aplicar o processo de elicitação da probabilidade e as entrevistas foram feitas com o intuito de obter a função de probabilidade acumulada. A variáveis escolhidas foram (1) mão de obra de montagem de grade; (2) fabricação de brita para lastro; (3) fabricação de dormentes; (4) bueiros celulares; (5) concreto de drenagem; (6) formas para concreto de drenagem; (7) concreto de obras de arte especiais; (8) forma e escoramento para concreto de obras de arte especiais; (9) escavação, carga e transporte de material de 1ª e 2ª categorias; (10) escavação, carga e transporte de material de 3ª categoria; e (11) compactação de aterros. A distribuição escolhida para modelagem foi a de Weibull, a fim de linearizar as funções. Em seguida foi aplicada regressão linear simples, com o intuito de serem calculados os parâmetros para cada variável aleatória e, consequentemente, calcular seu valor esperado e sua variância. O modelo encontrado aplicável ao contrato, uma vez que rapidamente pode-se obter uma informação confiável e completa, incluindo qual a margem inferior e superior de valor ao qual o contrato estaria sujeito. Aplicando-se este modelo, acredita-se que a relação com a Contratante poderia ser ainda mais transparente, melhorando a relação de confiabilidade dentro do Contrato.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11049
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Engenharia de Produção

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Rachel Perez Palha_versão final.pdf3,68 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons