Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1103
Título: O fenômeno da mentoria na percepção dos professores do curso de Administração da Faculdade Integrada do Recife: insights para um modelo brasileiro de mentor
Autor(es): Sabastião dos Santos Júnior, Luiz
Palavras-chave: Administração;Mentoria;Professores universitários Trocas sociais
Data do documento: 2005
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Sabastião dos Santos Júnior, Luiz; Maria Rodrigues Calado Dias, Sônia. O fenômeno da mentoria na percepção dos professores do curso de Administração da Faculdade Integrada do Recife: insights para um modelo brasileiro de mentor. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Resumo: Esta dissertação é uma pesquisa exploratória sobre o fenômeno da mentoria na percepção dos professores do curso de Administração da Faculdade Integrada do Recife (FIR) e, a partir deste enforque particular, sobre o desenvolvimento de insights para a construção de um modelo de mentoria adequado à realidade brasileira. A pesquisa teve o objetivo de identificar e analisar as funções de mentoria de acordo com os pressupostos teóricos de Kram (1985, 1983) instrumentalizadas e validadas por Noe (1988) em instrumento de coleta de dados de 32 itens. Cada item foi analisado em termos de importância do comportamento, de freqüência com a qual o respondente percebeu tal comportamento por parte do professor que considera seu principal mentor e de freqüência com a qual o próprio respondente se empenha em funções de mentoria para com seus alunos mais próximos. Uma importante dimensão do estudo, decorrente destas escalas, diz respeito ao que Hegstad (1999) denomina de teoria das trocas sociais em mentoria, que trata da transferência do relacionamento de mentoria para terceiros. Basicamente, os dados foram analisados sob a perspectiva da estatística descritiva e de análise de correlações e em menor grau com análise fatorial e análise de conteúdo. Identificou-se que, para a amostra estudada, as funções de carreira se sobressaíram às funções psicossociais e que a freqüência dos comportamentos percebidos pelo respondente enquanto mentor são maiores do que quando este está como mentorado. Contudo, ambas as freqüências são ainda inferiores ao que se poderia supor ao tomar-se por base o alto grau de importância dado pelos respondentes às funções de mentoria
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1103
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Administração

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo1498_1.pdf1,1 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.