Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11006
Título: Potencial de desenvolvimento hidroagrícola no Riacho do Pontal – PE: subsídios para o uso eficiente da água
Autor(es): SILVA, Elisabeth Regina Alves Cavalcanti
Palavras-chave: Estresse hidrólogico; Fruticultura; Otimização dos recursos hídricos; Produtividade agrícola
Data do documento: 20-Ago-2014
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: A agricultura irrigada no semiárido brasileiro constitui a principal atividade econômica na região, em razão disso, nas últimas décadas tem havido um aumento da competição pelo uso da água disponível para irrigação nessa área, com o objetivo de atender a outros setores da sociedade. Em paralelo, tem havido um incremento das políticas públicas com a finalidade de aumento da oferta de água na região, por meio de investimento direto, ou ainda de parcerias público-privadas. O grande desafio nessas áreas tem sido não apenas produzir, mas sim: como, quando, quanto, para quem e onde comercializar. Nesse sentido, este trabalho procurou fazer um diagnóstico da Bacia Hidrográfica do Riacho do Pontal-PE, quanto à disponibilidade natural de água para irrigação, e avaliar o aumento do potencial hidroagrícola que o incremento de água a ser disponibilizado através da integração com a Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco tende a ocasionar. Foram utilizados dados obtidos através de imagens de satélite para análise espaço-temporal da evapotranspiração na área, mostrando o crescimento do perímetro irrigado na Bacia, e, dados climáticos e hidrológicos para avaliação do estresse hidrológico e quantificação do volume de água a ser utilizado nas áreas irrigadas e em cada cultura a ser implementada na área após a integração da Bacia, procurando com isso a otimização dos recursos hídricos disponíveis bem como a proposição de alternativas com vistas a uma gestão mais racional da água e ao aumento da produtividade agrícola na Bacia do Riacho do Pontal. O estudo conclui que a água disponível para as culturas analisadas poderia ser otimizada se fosse utilizado outro método de irrigação diferente do empregado na área e do proposto pelo Projeto Pontal. Através de uma gestão mais eficiente da água, seria possível diminuir a área plantada em cerca de 3237,27ha, sem prejuízos financeiros ao produtor, ou mesmo, agregar milhares de hectares de cultura, se houver disponibilidade de áreas nas propriedades rurais, sem que haja o aumento do consumo de água para a produção da fruticultura na Bacia. Dessa forma, após o aumento do perímetro irrigado na Sub-Bacia do Riacho do Pontal-PE, será possível utilizar este estudo para delinear proposições acerca dos melhores métodos de irrigação a serem utilizados na região, de forma que o aumento da produtividade agrícola nessas áreas não seja acompanhado de uma gestão ineficiente dos recursos hídricos.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11006
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Geografia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO Elizabeth Regina Alves Cavalcanti Silva.pdf4,03 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons