Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10921
Title: Mudança espaço temporal do uso e cobertura do solo e estimativa do balanço de energia e evapotranspiração diária no município do Recife-PE
Authors: OLIVEIRA, Tiago Henrique de
Keywords: Sensoriamento remoto;Áreas vegetada;Área urbana;SEBAL;TsHARP;Ilhas de calor
Issue Date: 31-Jan-2012
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: OLIVEIRA, Tiago Henrique de. Mudança espaço temporal do uso e cobertura do solo e estimativa do balanço de energia e evapotranspiração diária no município do Recife-PE. Recife, 2012. 154 f. Dissertação (mestrado) - UFPE, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-graduação em Geografia. Recife, 2012.
Abstract: É possível observar a evolução espaço temporal do uso e cobertura da terra de diferentes paisagens e estimar os componentes do balanço de energia da superfície terrestre com sensoriamento remoto. A presente pesquisa teve por objetivo avaliar a dinâmica espaço temporal do uso e cobertura da terra e os impactos destas mudanças no balanço de radiação, balanço de energia e evapotranspiração no município do Recife – PE . Foram utilizadas oito imagens do sensor TM do satélite Landsat 5 (órbita e ponto 214/65 e 214/66) obtidas em 09 de maio de 1987, 28 de setembro de 1989, 14 de junho de 1991, 08 de maio de 2005, 26 de agosto de 2006, 28 de junho de 2007, 06 de setembro de 2010 e 25 de setembro de 2011 Foi utilizado o algoritmo SEBAL (Surface Energy Balance Algorithm for Land) para estimar os componentes do balanço de energia e evapotranspiração diária. Para avaliar o uso e cobertura da terra foi realizada uma classificação não supervisionada nas imagens TM. Dados da estação meteorológica do Recife foram utilizados para a obtenção do Saldo de Radiação (Rn). Os métodos utilizados se apresentaram eficazes para avaliar a dinâmica da cobertura vegetal e a expansão urbana em diversas áreas do município. Através da aplicação da técnica TsHARP foi possível realizar um refinamento na resolução espacial da temperatura da superfície e melhor visualizar a relação da mesma com as grandes construções e as áreas impermeabilizadas do município. As áreas vegetadas, seja de porte arbóreo ou mesmo as áreas de gramíneas, desempenharam um importante papel como amenizador da temperatura da superfície em diversas partes do município. Os grandes fragmentos florestais, distribuídos pelo município, apresentaram altos valores nos índice de vegetação, valores de albedo inferiores a 0,12, os maiores valores de Saldo de Radiação e Evapotranspiração superiores a 4 mm dia-1. Também foi possível observar o grande impacto no balanço de energia provocado pela impermeabilização de grandes áreas e pela implantação de grandes empreendimentos sem a arborização adequada.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10921
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Oliveira,T.H.pdf6.66 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons