Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1092
Title: O som dos tambores silenciosos: performance e diáspora africana nos maracatus nação de Pernambuco
Authors: Wanderley Carneiro da Cunha, Maximiliano
Keywords: música e cultura popular; diáspora africana; Maracatus Nação; performance
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Wanderley Carneiro da Cunha, Maximiliano; Sandroni, Carlos. O som dos tambores silenciosos: performance e diáspora africana nos maracatus nação de Pernambuco. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Antropologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: Os Maracatus Nação de Pernambuco têm gerado cada vez mais interesse nos estudos acadêmicos e na mídia, revelando-se como uma forma de expressão que traz consigo uma parte do processo histórico e identitário do Brasil. O objetivo central desta tese é a análise e entendimento de alguns Maracatus de Pernambuco, através do enfoque de fatores sociais e culturais que se encontram nas práticas e discursos presentes em suas performances, em especial o evento da Noite dos Tambores Silenciosos. A abordagem da pesquisa enfoca os estudos da performance e da diáspora como fenômenos que trazem à tona elementos como história, discurso, espacialidade, música e cultura visual. Portanto, as performances são aqui entendidas como práticas e discursos verbais e não verbais que articulam o passado e o presente, revelando um processo histórico que atua como um fator de identidade em resposta ao fenômeno homogeneizante do mundo contemporâneo. A tese central da pesquisa é que os Maracatus pernambucanos são grupos sociais que se mantêm ativos e renovados até os dias de hoje graças a um processo dinâmico que envolve estratégias e negociações de visibilidade e empowerment. A pesquisa envolveu quatro Maracatus pernambucanos, a saber: Leão Coroado, Porto Rico, Estrela Brilhante e o Encanto da Alegria. Durante a pesquisa, conversei e entrevistei os principais líderes (ialorixás, babalorixás e mestres), batuqueiros, acadêmicos e apreciadores. Neste sentido, minha abordagem engloba questões centrais para os estudos de ciências sociais no Brasil, tais como identidades, hibridização, escravismo, diáspora africana e pós-modernidade
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1092
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Antropologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo802_1.pdf3.91 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.