Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10710
Title: Fatores de risco à saúde cardiovascular associados ao sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes
Authors: SILVA, Elaine Lima da
Keywords: Sobrepeso; Obesidade; Pressão arterial; Criança; Adolescente
Issue Date: 31-Jan-2012
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: A prevalência de sobrepeso e obesidade vem aumentando rapidamente no mundo, sendo considerada um importante problema de saúde pública tanto para países desenvolvidos como em desenvolvimento. A obesidade é uma doença crônica que envolve fatores sociais, comportamentais, nutricionais, hormonais, ambientais, culturais, psicológicos, metabólicos, genéticos e medicamentosos. Caracteriza-se pelo acúmulo de gordura corporal, sendo a responsável direta pela fisiopatogenia das doenças crônicas como o diabetes, arteriosclerose, a hipertensão arterial, as dislipidemias, as doenças arteriais coronárias (DAC). Diante do exposto, a questão que norteou este estudo foi: Qual a prevalência de crianças e adolescentes com sobrepeso e obesidade, estudantes da escola pública Marcelino Champagnat, na região metropolitana do Recife-PE, desenvolverem eventos cardiovasculares precocemente? São os objetivos desse estudo: Analisar a prevalência de sobrepeso e obesidade e os fatores associados ao risco para as doenças cardiovasculares em crianças e adolescentes matriculados na Escola pública Marcelino Champagnat. Os objetivos específicos foram: Avaliar o estado nutricional dos escolares; Descrever e classificar os valores da pressão arterial desses escolares; Investigar os fatores de risco associados a doenças cardiovasculares. Para atingir tais objetivos, foi utilizado o método quantitativo, descritivo de corte transversal. Essa dissertação está constituída por um capítulo de Revisão Integrativa: “Cardioproteção em crianças e adolescentes com excesso de peso e pressão arterial elevada: uma revisão integrativa”, que foi publicado em um capítulo de livro. E um artigo original, decorrente da pesquisa realizada com 125 escolares de 7 a 17 anos, da escola Marcelino Champagnat no período de Julho a Setembro de 2011. Foram utilizadas a estatística descritiva e inferencial, através do teste Qui-Quadrado e a correção de Yates, considerando significantes os resultados com p<0,05. Como resultado encontrou-se prevalência de sobrepeso de 13,6% e obesidade de 14,4% com níveis mais elevados em meninos do que meninas. Um dado relevante desse estudo foi a predominância de hipertensão arterial na classe etária de 7-12 anos. O fator de risco cardiovascular de maior prevalência encontrado na amostra foi a presença de pressão arterial elevada, a prevalência de pré-hipertensão foi de 14,4% e hipertensão 11,2%, perfazendo um total de 25,6% de escolares com alteração da pressão arterial. O aumento da Relação Cintura Quadril (RCQ) e do Índice de Massa Corpórea (IMC) apresentou associação estatística significante com o aumento da idade. Porém ao levar em consideração que o grupo estudado é de crianças de 7 a 12 anos, pode-se inferir que é elevado o número de indivíduos que deveriam ser acompanhados sistematicamente pelos serviços de saúde. Considerando que a hipertensão arterial é o preditor mais importante da mortalidade cardiovascular e que as desigualdades sociais presentes determinam a sua precocidade, é importante a detecção precoce da alteração da pressão arterial em crianças cujas famílias se encontram em maior risco social. Conclui-se neste estudo que os fatores de risco cardiovascular estão presentes em parcela significativa das crianças estudadas e há uma aglomeração maior destes fatores em crianças de 7 a 9 anos.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10710
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Elaine_dissert.pdf1.36 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons