Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10692
Title: Bacia do Riacho Pioré-PE: análise morfotectônica e morfoestratigráfica
Authors: Missura, Ronaldo
Keywords: Morfotectônica;Morfoestratigráfica;Morfometria;Bacia do riacho do Pioré;Graben do Puiu;Drenagem;Depósitos quaternários
Issue Date: 31-Jan-2013
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: MISSURA, Ronaldo. Bacia do Riacho Pioré-PE, análise morfotectônica e morfoestratigráfica. Recife, 2013. 184 f. Tese (doutorado) - UFPE, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-graduação em Geografia, 2013..
Abstract: A pesquisa em tela visou compreender os aspectos morfotectônicos e morfoestratigráficos da Bacia do Riacho Pioré instalada no setor nordeste do Planalto Sedimentar da Bacia do Jatobá, no sertão pernambucano. Para análise morfotectônica da bacia foram utilizadas varias técnicas de morfometria do relevo: isobase, índice de concentração de rugosidade, rugosidade do relevo, gradiente hidráulico, índice de relação declividade extensão, perfil longitudinal, concentração de fotolineamentos e fraturas e padrões de drenagem. Com base nos dados obtidos a partir dessas técnicas, se efetuou uma correlação entre esses dados e os padrões tectônicos descritos para área na literatura corrente. Esta correlação permitiu estabelecer a compartimentação morfotectônica em horst, grabens e hemigrabens. Estas estruturas se dispõe no sentido sudoeste-nordeste e crescem altimetricamente no sentido oeste-leste. Em uma estrutura em blocos escalonados onde foram identificados os seguintes compartimentos no sentido oeste- leste Horst da Falha de Ibimirim, Horst dos Campos, Graben do Moxotó, Graben do Frutuoso, Horst, do Quiri Dalho, Graben do Puiu, Horst do Moxotó, os Hemigrabens do Cumbe, Malhador e Ponta da Várzea, o Graben do Catimbau e o Horst da Falha de Jerusalém. Assim fica evidente a eficácia das técnicas de morfometria na identificação de compartimentos morfoestruturais. Em um desses compartimentos, o Graben do Puiu procedeu-se a análise morfoestratigráfica. Este compartimento por apresentar-se deprimido e encontrar-se praticamente perpendicular as duas principais bacias que drenam o reverso da cuesta, tornando-se um nível de base local, sendo preenchido pelos sedimentos transportados por esses canais, bem como, pelos aventais de colúvios que se formaram nas escarpas que limitam este compartimento, outro ponto de destaque trata-se da lagoa do Puiu onde se encontram interdigitados sedimentos lacustres, fluviais e coluviais que ocorreram na área e que estruturam os relevos hodiernos no seu entorno. Nosso objeto de análise morfoestratigráfica nesse sentido foram esses depósitos quaternários que ocorrem no entorno da lagoa no interior do graben do Puiu. A partir da análise e correlações destes depósitos pudemos compreender a dinâmica geomorfológica recente que ocorreu na área. Analisando os colúvios que ocorrem entre a margem direita da lagoa e a escarpa da falha do Quiri Dalho, em um trecho de aproximadamente 1 Km, onde foram observadas três gerações de colúvios que se estruturam em modelo de cascata Apresentando idades de 29.000AP ±7.500 AP, 17.500 ±3.800AP , 9.400 ±3.800AP e 4.100±1000AP, Os materiais da margem esquerda tratam de um colúvio com idade de 17.900±2.800AP, um pacote onde se interdigitam sedimentos coluviais , fluviais e lacustres, sendo obtido para o pacote lacustre a idade de 9.500±2.600 AP que marca o nível máximo de expansão da paleolagoa do Puiu, Os outros pontos tratam de colúvios datados em 26.200±4.100AP.A correlação entre essas datas e os principais eventos de umidificação ocorridos entre o final do Pleistoceno e início do Holoceno apresentou verificação relevante com Último Máximo Glacial, Youger Dryas, Transição Pleistoceno/Holoceno e Ótimo Climático do Holoceno. A partir do exposto fica evidente a importância de áreas como o graben do Puiu no processo de formação, conservação e estocagem de sedimentos quaternários condicionados por compartimentos morfotectônicos.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10692
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE Ronaldo Missura.pdf6.04 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons