Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1063
Título: Taxonomia integrativa e inferências filogenéticas sobre a família Desmodoridae (Nematoda, Desmodorida)
Autor(es): CAVALCANTI, Mariana da Fonseca
Palavras-chave: Desmodorinae; Spiriniinae; Molgolaiminae; Prodesmodorinae; Stilbonematinae; 18S rDNA; Iluminação-recíproca.
Data do documento: 31-Jan-2010
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: da Fonseca Cavalcanti, Mariana; Augusto Torres, Rodrigo. Taxonomia integrativa e inferências filogenéticas sobre a família Desmodoridae (Nematoda, Desmodorida). 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Resumo: O conceito de uma taxonomia integrativa é uma ferramenta que utiliza marcadores moleculares de DNA, caracteres ecológicos e caracteres morfológicos, a fim de auxiliar na identificação da biodiversidade global. Os gêneros de Desmodoridae estão dispostos em seis subfamílias, por apresentarem características muito diferentes. Sendo assim, um estudo de taxonomia integrativa foi assim proposto para melhor entender a diversidade da família. Um novo gênero e uma nova espécie, Spirodesma magdae nov. gen. nov. sp., foram descritas, apresentando como características principais anfídeos uniespiral com fovea anfideal circular e cavidade bucal com três dentes de tamanho iguais. Com base em evidências morfológicas e moleculares, foram testadas as relações filogenéticas entre táxons representativos das 6 subfamílias. A análise de distância genética (neighbor-joining) mostrou que Desmodoridae é uma unidade genética coesa, porém subdivida em dois agrupamentos mais similares entre si. Apesar da coesão genética de Desmodoridae, as análises moleculares de máxima parcimônia (MP) e de inferência Bayesiana (IB) indicaram que a família parece ser polifilético. Molgolaimus demani e Prodesmodora spp., são grupos irmãos e parecem não pertencer a família Desmodoridae. Spirinia e Metachromadora se comportaram como grupos monofiléticos, entretanto este último parece não pertencer a subfamília Spiriniinae. Acanthopharynx se mostrou monofilético e grupo irmão de Desmodora communis, porém ambos se mostraram distantes genético-evolutivamente de D. pontica e D. ovigera. Xyzzors sp. parece fazer parte de Desmodoridae. Pelas análises moleculares, Stilbonematinae se mostrou polifilética devido à posição de Robbea hypermnestra, Eubostrichus topiarius e E. parasitiferus; entretanto a análise filogenética (MP) por meio dos dados morfológicos apresentou Stilbonematinae como monofilético. A análise de MP por dados morfológicos mostrou que das seis subfamílias de Desmodoridae, apenas três podem ser ditas como monofiéticas, Stilbonematinae, Molgolaiminae e Prodesmodorinae. Ainda se faz necessário compreender a evolução dos caracteres morfológicos e estabelecer quais apresentam sinais filogenéticos, uma vez que os dados moleculares se mostraram mais eficazes para o estudo da diversidade e evolução de Desmodoridae do que os caracteres morfológicos aqui utilizados
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1063
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Biologia Animal

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo3030_1.pdf2,78 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.