Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10597
Título: Análise clínico – experimental de um conjunto dilatador coaxial permanente acoplado a agulha de punção para nefrolitotomia percutânea
Autor(es): BARROS, Evandilson Guenes Campos de
Palavras-chave: Nefrolitotomia percutânea; Dilatador coaxial metálico; Rim; Cálculo renal
Data do documento: 31-Ago-2012
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Abordagem percutânea renal é uma alternativa cirúrgica que minimiza a morbidade de uma variedade de procedimentos envolvidos na intervenção aberta, que requerem incisão de camadas musculares, levando ao maior tempo de permanência hospitalar e dor pós-operatória. Objetivo: Avaliar a eficácia, praticidade e segurança do dilatador coaxial metálico, utilizando sistema acoplado agulha-dilatadores-bainha, na confecção de nefrostomias para nefrolitotomia percutânea. Métodos: Foi realizado um estudo experimental randomizado, constituído por 50 pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), atendidos no ambulatório de urologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, portadores de nefrolitíase com indicação cirúrgica de nefrolitotomia percutânea. Cinquenta pacientes foram randomizados em dois grupos: grupo 1 (padrão): pacientes com prontuários que terminavam em números pares; e grupo 2 (experimental): pacientes nos quais os prontuários terminavam em número ímpar. Aqueles do grupo 1 foram submetidos a NLP pela técnica convencional, utilizando os dilatadores sequenciais de Amplatz, os do grupo 2 foram submetidos ao procedimento utilizando os dilatadores coaxiais acoplados. Foram analisados e comparados: o sexo, IMC, Hb pré e Ht pré; o tempo utilizado na confecção de nefrostomia – intervalo entre a punção da pelve renal e introdução do nefroscópio, confirmando acesso ao sistema coletor renal; e o tempo de sangramento com relação à Hb e Ht apresentado no pré-operatório imediato, 24h do procedimento e na alta hospitalar. Resultados: Não houve diferença estatisticamente significante entre os dois grupos com relação ao sexo, IMC, Hb pré e Ht pré, podem ser considerados homogêneos para essas características. Com relação ao tempo de dilatação existe diferença estatisticamente significante entre os grupos (p<0,05), o tempo de dilatação do grupo experimental foi muito inferior ao grupo padrão. Foi identificado uma lesão de sistema coletor no grupo 1. No grupo 2, dilatador experimental, não foram identificados complicações maiores. A presença desta única lesão não tem significado estatístico para o presente estudo. Conclusão: O conjunto dilatador coaxial acoplado para utilização em cirurgias percutâneas renais é um aparelho seguro, de fácil confecção e manuseio, apresenta índices de efetividade e complicações semelhantes aos utilizados comercialmente.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10597
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Cirurgia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertaçao Evandilson de Barros.pdf4,67 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons