Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10480
Título: Geoconservação: mapeamento, descrição e propostas de divulgação de trilhas geoturísticas no Parque Metropolitano Armando de Holanda Cavalcanti, Cabo de Santo Agostinho-PE, Brasil
Autor(es): Guimarães, Thaís de Oliveira
Palavras-chave: Geoconservação; Trilhas; Geoturismo; Geodiversidade; Granito de Cabo de santo Agostinho
Data do documento: 31-Jan-2013
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: GUIMARÃES, Thaís de Oliveira. Geoconservação: mapeamento, descrição e propostas de divulgação de trilhas geoturísticas no parque metropolitano Armando de Holanda Cavalcanti - Cabo de Santo Agostinho/PE - Brasil. Recife, 2013. 153 f. Dissertação (mestrado) - UFPE, Centro de Tecnologia e Geociências, Programa de Pós-graduação em Geociências, 2013.
Resumo: Este trabalho foi desenvolvido no Parque Metropolitano Armando de Holanda Cavalcanti, localizado no município do Cabo de Santo Agostinho/PE, tendo como objetivo ressaltar a importância da divulgação e conservação dos elementos de caráter geológico, geomorfológico, ambiental e histórico da área, bem como seu potencial geoturístico. O parque envolve a área de ocorrência do granito do Cabo de Santo Agostinho e das rochas vulcânicas que cortam o mesmo. Estas rochas, com idade de ca 102 m.a., marcam um dos estágios finais da quebra do megacontinente Gondwana. O trabalho constou de fases de campo, onde foram feitas descrições das rochas, da geomorfologia, de processos erosivos, acompanhadas por detalhado levantamento fotográfico. Os pontos estudados de cada trilha foram georefenrenciados com utilização de coordenadas em UTM. Foi realizada descrição detalhada de sete (07) trilhas, com percursos variando de 2 a 2,5 km. Foram diagnosticados alguns pontos críticos referentes ao ordenamento, bem como infraestrutura dos percursos. Para cada trilha foram elaborados mapas com ficha técnica, confeccionados painéis informativos e apresentadas propostas e medidas de ordenamento e melhorias na infraestrutura. Foi proposta uma nova delimitação para o território do parque, tomando por base a curva de nível de cota 10m. Finalmente, foi sugerida a implantação de portão/cancela de acesso ao parque visando o ordenamento das visitas e o estabelecimento de visitas guiadas, por guias treinados
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10480
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Geociências

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO Thais de Oliveira Guimarães.pdf26,25 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons