Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10465
Título: Hemeroteca esquecida: fenômeno social do esquecimento na perspectiva da ciência da informação
Autor(es): MACEDO, Tony Bernardino de
Palavras-chave: Fenômeno social do esquecimento; Ciência da Informação; Memória coletiva; Hemeroteca da Faculdade de Direito do Recife
Data do documento: 27-Fev-2013
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: MACEDO, Tony Bernardino de. Hemeroteca esquecida: fenômeno social do esquecimento na perspectiva da ciência da informação. Recife, 2013. 291 f. Dissertação (mestrado) - UFPE, Centro de Artes e Comunicação, Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação, 2013.
Resumo: Trata-se de um trabalho interdisciplinar que tem como objeto de estudo o fenômeno social do esquecimento. O termo foi empreendido durante o processo de pesquisa, entendemos por este fenômeno a não concretização do fluxo informacional, uma vez que instituições memorialistas não promovendo acesso e uso da informação/memória da qual elas são detentoras estão exercendo a pratica do esquecimento. O que pretendemos aqui é discutir esta pratica sob a perspectiva da ciência da informação. Entendemos que o campo de estudo da Ciência da Informação é o fluxo informacional (coleta, processamento, organização e acesso da informação), no entanto, em alguns momentos esse fluxo não é concretizado, o acesso não é realizado, ocorrendo o fenômeno social do esquecimento. Apontamos como um exemplo deste fenômeno o caso da hemeroteca da Faculdade de Direito do Recife, cujo acervo é formado por jornais do século XIX e início do século passado. Para a elaboração desse trabalho apresentamos duas justificativas. Na primeira escrevemos sobre a relevância da hemeroteca da Faculdade de Direito do Recife; A segunda diz respeito à escassez de pesquisas que abordam a temática do esquecimento dentro da Ciência da Informação. Diante do tema proposto optamos por estruturar a dissertação em quatros polos tendo como referência o modelo de investigação quadripolar concebido por Paul de Bruyne, Jacques Herman e Marc de Schoutheete. Trata-se de uma dinâmica de pesquisa resultante de uma interação entre quatro polos – o epistemológico, o teórico, o técnico e o morfológico. Dessa forma, nossa pesquisa foi de natureza teórica, dentre os vários objetivos desse tipo de pesquisa podemos citar a contribuição inédita aos conceitos teóricos de determinado campo de estudo. Nossa pesquisa foi, quanto aos fins, uma pesquisa exploratória. Este tipo de pesquisa tem como característica principal a familiarização do pesquisador com um objeto pouco ou nunca explorado. Para selecionar um estudo de caso devemos definir a nossa unidade de análise, desse modo, tivemos como nossa unidade de análise a hemeroteca da Faculdade de Direito do Recife, onde acreditamos ter ocorrido um exemplo de fenômeno social do esquecimento.Para a coleta de dados fizemos uso da pesquisa documental na biblioteca e no arquivo da Faculdade de Direito do Recife, além da aplicação de entrevista semiestruturada. A dissertação tem como objetivo diagnosticar, avaliar, analisar e identificar os processos e os agentes causadores do fenômeno estudado a fim de entender sua expressão e contribuir para que casos semelhantes não se repitam no futuro.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10465
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciência da Informação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertaçao TONY BERNARDINO DE MACEDO.pdf13,66 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons