Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1041
Title: A influência do capital social e da estrutura organizacional em atividades da gestão do conhecimento
Authors: de Figueiredo Alves Filho, Bartolomeu
Keywords: Administração Capital social Dimensões, interações e confiança;Estrutura organizacional Estruturas orgânica, mecânica e baseada no conhecimento;Gestão de conhecimento Mecanismos, criação e compartilhamento.
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Figueiredo Alves Filho, Bartolomeu; Rodrigues Oliveira, Rezilda. A influência do capital social e da estrutura organizacional em atividades da gestão do conhecimento. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: Este trabalho analisa a influência do capital social e da estrutura organizacional nas atividades da gestão do conhecimento, particularmente em termos de sua criação e compartilhamento. O estudo foi realizado no Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO) maior empresa pública da área de tecnologia da informação e comunicação do país especificamente focalizando o SERPRO-Recife. Utilizou-se a abordagem qualitativa para melhor se compreender o funcionamento da estrutura organizacional da empresa, coletando-se os dados por meio de análise documental, observações e entrevistas não-estruturadas. Na pesquisa, foi utilizada a estratégia de estudo de caso, realizando-se um detalhado exame da regional no Recife. Os resultados apontam a necessidade de maior interatividade, flexibilidade e horizontalidade na regional, para atenuar os efeitos da estrutura mecânica identificada, sendo este o traço marcante da categoria estrutural de capital social. As dimensões do capital social cognitivo encontradas na empresa aparentam pouco desenvolvidas e não respondendo a contento ao desenho estrutural fragmentado, resistente à integração organizacional, mesmo contando-se, na organização, com boa infra-estrutura tecnológica. Verificou-se ser importante o envolvimento dos gestores nos processos essenciais do conhecimento, principalmente, para mediar e coordenar as atividades organizacionais, contribuindo para a geração de capital social. Nas divisões com maior interação entre os empregados, foi possível identificar modelos estruturais mais orgânicos sobrepondo-se ao design formal da organização. Constatou-se que o capital social e a estrutura organizacional influenciam a gestão do conhecimento nesta regional. Gerenciar o conhecimento parece ser uma atividade desafiadora, sobretudo devido à complexidade organizacional e aos déficits de capital social que muitas empresas apresentam, como foi o caso estudado
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1041
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1371_1.pdf1.44 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.