Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10382
Title: Degradação de querosene por consórcio microbiano misto
Authors: Cruz, Geórgia Gomes da
Keywords: Biodegradação;Querosene;Consórcio;Toxicidade
Issue Date: 31-Jan-2012
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: As atividades que envolvem a utilização do petróleo ou de seus derivados têm sido motivo constante de preocupação pelos danos causados ao ecossistema. No entanto, com avanço de tecnologias restauradoras de ecossistemas, técnicas corretivas e de controle, que sejam atraentes economicamente e ecologicamente viáveis, têm sido pesquisadas, destacando-se a biorremediação. Esta técnica tem como base, a degradação dos hidrocarbonetos pelos micro-organismos, que os utilizam como fonte de carbono. Assim, este trabalho teve como objetivo determinar um consórcio misto de fungos e bactérias que apresente potencialidade para degradar querosene, estabelecendo as condições adequadas em processo de biorremediação ex situ. As linhagens, previamente selecionadas, foram aclimatadas isoladamente e em consórcio à concentrações crescentes de querosene (1% a 10%). Um ensaio em pararelo foi realizado adicionando-se glicerol para avaliar sua influência no processo de degradação por meio de análises cromatográficas e teste de fitotoxicidade. Em seguida foi aplicado um planejamento experimental, variando o inóculo, concentração de glicerol e fonte de nitrogênio, a fim de obter as condições ideais para o ensaio em biorreator. Nesse ensaio as condições foram controladas para otimização do processo de biodegradação, que ao final para avaliar sua eficiência foi realizado testes de toxicidade. Os resultados obtidos nos ensaios indicaram que o glicerol proporcionou o aumento da degradação e menor produção de metabólitos tóxicos. E as melhores condições encontradas no planejamento fatorial para a degradação, foram: menor inóculo, menor concentração de nitrogênio e uma maior concentração de glicerol. O ensaio em biorreator revelou que houve um aumento na degradação do querosene, já que o ensaio foi realizado em condições otimizadas e controladas, no entanto, a toxicidade dos subprodutos formados foi aumentando afetando a germinação e crescimento da raiz do vegetal testado.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10382
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biologia de Fungos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GEÓRGIA GOMES DA CRUZ DISSERTAÇÃO DEFINITIVA.pdf1.19 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons