Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1021
Title: Variabilidade genética e avaliação da inibição dos extratos de plantas medicinais sobre isolados de Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli
Authors: FONTES, Alide Caroline Lima
Keywords: Feijão; Fusarium; Marcadores moleculares; Extratos vegetais; Atividade inibitória
Issue Date: 31-Jan-2012
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Caroline Lima Fontes, Alide; Tinti de Oliveira, Neiva. Variabilidade genética e avaliação da inibição dos extratos de plantas medicinais sobre isolados de Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli. 2012. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biologia de Fungos, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2012.
Abstract: A cultura do feijão (Phaseolus vulgaris L.) apresenta grande importância econômica e social no Brasil, constituindo a principal fonte de proteína vegetal e ferro na alimentação humana. no entanto, as doenças que incidem sobre a cultura causam grandes perdas na produção, estando a murcha de Fusarium, causada por Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli, entre as mais importantes. Considerando que os marcadores moleculares vêm sendo utilizados para caracterizar diversidade genética em populações de fungos, e que a demanda por novas tecnologias que respeitem o ecossistema e não ofereçam riscos de contaminação estão se tornando cada vez mais importantes para o controle de doenças, este trabalho teve o objetivo de determinar a variabilidade genética por marcadores moleculares ISSP, ISSR e RAPD e a inibição por dos extratos de alho, alecrim, arruda e gengibre de sobre isolados de F.oxysporum f. sp. phaseoli provenientes do feijão comum com sintomas de murcha do Fusarium, coletados em diversos campos de cultivo do Estado de Pernambuco. A análise de agrupamento baseada nas distâncias dos três marcadores moleculares mostrou pouca variabilidade genética intraespecífica em F. oxysporum f. sp. phaseoli. A utilização dos extratos aquosos de alho, alecrim, arruda e gengibre apresentou inibição sobre os isolados desse fungo tanto no crescimento micelial quanto na produção de conídios. A pouca variabilidade observada com as várias técnicas empregadas inviabilizou o reconhecimento de correlações entre grupos e localidade. Os extratos podem ter potencial para serem utilizados como alternativa de controle de F. oxysporum f. sp. phaseoli, principalmente integrados a práticas de campo, minimizando assim, a utilização de agrotóxicos
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1021
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biologia de Fungos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo9612_1.pdf1.49 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.