Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10204
Title: Práticas de leitura no 1º ano do ensino fundamental: processos de mediação e compreensão textual em sala de aula.
Authors: SANTOS, Eline de Melo
Keywords: práticas de leitura; compreensão textual; sala de aula; mediação pedagógica
Issue Date: 31-Jan-2013
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: SANTOS, Eline de Melo. Práticas de leitura no 1º ano do Ensino Fundamental: processos de mediação e compreensão textual em sala de aula. 2013. 132 f. Dissertação (Mestrado) – Programa em Psicologia Cognitiva, Universidade Federal de Pernambuco, Recife.
Abstract: O aprendizado da leitura é um dos múltiplos desafios da escola, talvez o mais cobrado e valorizado pela sociedade (Foucambert, 1994). Na concepção de Fávero (2005), a atividade humana é mediada sócio culturalmente e no que se refere à atividade de leitura, entende que o leitor comunica-se com o texto, não apenas o decifra. Assim, esta é tomada como compreensão, como atividade inferencial. A linguagem, por sua vez, é concebida como criação de sentido, encarnação de significação, que dá origem à comunicação. A língua é um conjunto de atividades sociais e históricas (Leite, 2000; Marcuschi, 2008), ela não se resume a um simples código autônomo preexistente e exterior ao falante (Marcuschi, 2008). Logo,compreender é uma relação dialógica entre leitor-texto-autor, sendo o processo inferencial um fator relevante e essencial na compreensão de textos (Bronckart, 2003). A partir do exposto, teve-se por objetivo geral: conhecer e analisar as práticas de leitura suscitadas por uma professora em sala de aula e entender como se dá o processo de compreensão leitora compartilhada entre os alunos de uma turma do 1º ano do 1º ciclo. Como objetivos específicos buscaram-se: (a) analisar a compreensão em leitura dos estudantes frente aos textos utilizados em sala de aula; (b) verificar se há produção de sentidos compartilhada e a geração de inferências; (c) descrever e analisar as práticas de leitura e a mediação realizada por uma professora do 1º ano do 1º ciclo; (d) conhecer a concepção da professora acerca do ensino da língua e da leitura. Para tal, realizou-se um estudo qualitativo do qual participaram catorze alunos de uma escola particular da cidade do Recife, frequentando o 1º ano do 1º ciclo, a respectiva professora (regente) e uma auxiliar de sala.A idade média dos alunos é de 6 anos.Como técnicas de coleta de dados, foram realizadas oito observações em sala de aula para descrever e analisar as práticas de leitura da docente e a produção de sentidos dos alunos na relação com os textos e com o contexto. Também foi realizada uma entrevista com a professora (regente), a fim de coletar alguns dados pessoais, informações sobre a formaçãoprofissional, aspectos da concepção de ensino da língua e da aprendizagem da leitura, assim como dados referentes à sua trajetória de leitura e acesso a outras linguagens. Como instrumentos utilizaram-se uma câmera de vídeo para registro das aulas observadas, um MP4 para gravação de áudio (entrevista com a docente)e, como material, roteiro semiestruturado de entrevista, papel e caneta para anotações e registros. A análise dos dados foi de natureza qualitativa, objetivando-se duas etapas de análise. A primeira etapa teve como objetivo realizar uma análise geral das situações coletadas em sala de aula, descrevendo-as detalhadamente, objetivando interpretar as ações observadas, buscando os significados destas atividades. Nesta etapa, foi utilizada a análise microgenética (Meira, 1994). A segunda etapa de análise, por sua vez, teve como objetivo apreender os sentidos que constituem o conteúdo do discurso do sujeito informante (docente) através de ‘núcleos de significação’ (Aguiar &Ozella, 2006). Os resultados obtidos demonstraram uma forte ligação entre discurso e prática pedagógica, revelando uma relação de influência entre o ensino que a professora recebeu, enquanto aluna, e a prática e mediação que adota no ensino da leitura com os seus alunos. Quanto às situações de leitura, a mediação da professora objetivou, na maior parte do tempo, favorecer e verificar a compreensão literal dos textos. Verificou-se a necessidade de se validar o processo de construção da compreensão compartilhada, assim como, a elaboração de inferências nas atividades de leitura na sala de aula.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10204
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Psicologia Cognitiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertaçao Eline Santos.pdf1.15 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.