Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10184
Title: REPRODUÇÃO E ALIMENTAÇÃO DA GUARAJUBA Carangoides bartholomaei (CUVIER, 1833) (PERCIFORMES: CARANGIDAE) NA PLATAFORMA CONTINENTAL DE PERNAMBUCO, BRASIL.
Authors: SANTOS, Maíra Nanashara Silva
Keywords: Período de desova; Hábito alimentar; Sazonalidade; Nordeste brasileiro
Issue Date: 31-Jan-2012
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: A espécie Carangoides bartholomaei, conhecida vulgarmente como guarajuba, pertence à família Carangidae, a qual apresenta alguns dos peixes mais importantes para comercialização. Os indivíduos desta espécie possuem distribuição de Massachussetts (EUA) a São Paulo (Brasil), abrangendo toda a plataforma continental. O presente trabalho teve como objetivo analisar os aspectos biológicos da reprodução e alimentação da guarajuba na plataforma continental de Pernambuco. Os 87 indivíduos amostrados, variando de 24,1 a 43,6 cm de comprimento total, foram capturados com rede de espera demersal de malha entre - nós de 40 mm, com aproximadamente 20 m de comprimento e 2 m de altura. Os peixes foram coletados mensalmente, de janeiro de 2009 a março de 2010, após o desembarque do pescado, na comunidade pesqueira de Brasília Teimosa, em Recife. Para cada amostragem, os indivíduos foram submetidos à biometria, sendo mensurados o comprimento total (CT), o comprimento furcal (CF) e o comprimento padrão (CP), medidos em centímetros (± 0,1 cm); o peso total (PT), o peso da gônada (PG), e o peso do estômago (PE), medidos em gramas (± 0,01g). As gônadas foram fixadas em formaldeído 10% e os estômagos fixados internamente com formaldeído a 4% e, externamente, em formaldeído a 10%. Para a análise da reprodução foram determinadas: as proporções sexuais; a frequência relativa dos estádios maturacionais das fêmeas; o índice gonadossomático (IGS); o fator de condição alométrico; o tamanho de primeira maturação sexual (L50); e a fecundidade total das fêmeas. Para a análise da alimentação foram determinados: o grau de repleção (GR); o grau de digestão (GD); o índice de importância alimentar (IAi); as variações na dieta por sexo, meses e classes de comprimento; e o hábito alimentar. A proporção F:M para o total de indivíduos foi 1:0,58. Microscopicamente as gônadas foram classificadas em imatura, em maturação, matura, desovada e em repouso. O período de desova foi longo, ocorrendo do início do período seco até o início do período chuvoso. A relação peso-comprimento para fêmeas e machos foi significativa, com alometria negativa. O L50 foi de 30 cm de CT para as fêmeas. De acordo com o grau e índice de repleção estomacal e grau de digestão das presas, C. bartholomaei apresentou estômagos com maior quantidade de alimento no período chuvoso, enquanto que, no período seco, os conteúdos estomacais se encontravam mais digeridos. A categoria Actinopterygii apresentou maior contribuição no período chuvoso e entre os indivíduos maiores enquanto que Matéria Orgânica Animal e Decapoda foram mais consumidas no período seco e por indivíduos menores. A espécie caracterizou-se por ingerir principalmente Actinopterygii (IAi% = 51,1), tendo Decapoda (IAi% = 3,8) como categoria acessória na dieta. A espécie, bem como a maioria dos indivíduos da família Carangidae, pode ser considerada carnívora pscívora, com dieta variando entre os sexos e de acordo com os estágios reprodutivos, o que se torna uma estratégia para obter sucesso na reprodução.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10184
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biologia Animal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S237r dissertação Santos, MNS - Reprodução e alimentação da Gurajuba....pdf1.45 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons