Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9036
Título: Monitoramento do crescimento e desenvolvimento de menores de cinco anos atendidos em serviços públicos de saúde do Estado de Pernambuco.
Autor(es): RATIS, Cristiane de Albuquerque Silva
Palavras-chave: Monitoramento do Crescimento e Desenvolvimento Infantil; Avaliação em Saúde; Serviços Públicos de Saúde
Data do documento: 2003
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: de Albuquerque Silva Ratis, Cristiane; Batista Filho, Malaquias. Monitoramento do crescimento e desenvolvimento de menores de cinco anos atendidos em serviços públicos de saúde do Estado de Pernambuco.. 2003. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Nutrição, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.
Resumo: O estudo objetiva avaliar o monitoramento do crescimento e desenvolvimento numa amostra de 1.669 menores de cinco anos em 120 serviços públicos de saúde do Estado de Pernambuco (Região Metropolitana e Interior), a parir de dados da pesquisa Atenção à Saúde Materno-Infantil realizada em 1998. A avaliação considera aspectos referentes à estrutura, ao processo, à conduta dos profissionais ao detectar problemas no crescimento e desenvolvimento e à opinião dos mesmos a respeito da resolutividade do serviço referente às ações de crescimento e desenvolvimento. Os resultados obtidos revelam que 84,2% das unidades dispõem de balanças para o atendimento das crianças; 90% possuem cartão, sendo o estoque suficiente em 83,3%, apresentando distribuições estatisticamente significantes para os espaços geográficos (p< 0,05). Mais de 70% das unidades não possuem normas orientadoras do monitoramento do crescimento e desenvolvimento infantil. Dos profissionais destinados ao atendimento das crianças, 76% correspondem a atendentes, auxiliares de enfermagem e enfermeiros, 23% são médicos e 1% nutricionistas. No total de crianças atendidas no estado, 45,9% não foram pesadas e 83,8% não foram medidas; mais de 80% dos acompanhantes não receberam nenhuma informação sobre o crescimento e desenvolvimento de suas crianças. Há diferença estatisticamente significante (p<0,01) na freqüência de pesagem e medida de estatura na RMR e no Interior. Das 1.669 crianças, 71,5% possuíam o cartão e o levaram para a consulta. O registro do peso ao nascer na capa do cartão foi verificado em 86,8% dos cartões analisados, enquanto sua marcação no gráfico reduziu-se para 36,9%. O número de pontos marcados no gráfico de crescimento do cartão apresentou associação com a idade das crianças. No dia da consulta, o registro do peso no cartão foi efetuado em 59,9%. O registro do desenvolvimento no cartão foi constatado em 1,2% e em 5,9% dos prontuários. Em relação a um questionário específico direcionado aos 107 profissionais entrevistados responsáveis pelo atendimento da criança, as respostas traduziram um desconhecimento considerável sobre conceitos e práticas de monitoramento do crescimento e desenvolvimento. As condutas adotadas pelos profissionais na detecção de problemas no crescimento e desenvolvimento (orientação dietética, marcação de nova consulta e encaminhamento para outro profissional) representaram 32,7% do total. Mais de 80% dos profissionais opinaram ser satisfatória a resolutividade do serviço em relação às ações do crescimento e desenvolvimento. O estudo mostrou que a promoção da saúde da criança de forma integral, deslocando o enfoque de uma assistência baseada em patologias para uma atenção que contemple a criança no seu processo de crescimento e desenvolvimento (eixo integrador de toda a atenção à criança), não é, ainda, um comportamento normativo nos serviços públicos de saúde no Estado de Pernambuco
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9036
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Nutrição

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo8919_1.pdf806,84 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.