Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8733
Title: Filmes e beads à base de quitosana: incorporação de compostos luminescentes e estudos de interações hospedeiro-hóspede
Authors: ANJOS, Fernanda Santos Carvalho dos
Keywords: Compostos Luminescentes;Filmes e beads de quitosana
Issue Date: 2005
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Santos Carvalho dos Anjos, Fernanda; Galembeck, André. Filmes e beads à base de quitosana: incorporação de compostos luminescentes e estudos de interações hospedeiro-hóspede. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Química, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Abstract: A quitosana é um polissacarídeo obtido, geralmente, a partir da hidrólise da quitina, em meio alcalino, por meio de reação de desacetilação em temperaturas elevadas sob condições heterogêneas. As propriedades da quitosana e, conseqüentemente, suas aplicações dependem do seu grau de desacetilação e da sua massa molar média. Assim a primeira parte deste trabalho consistiu na caracterização de três quitosanas utilizadas nesse trabalho, por espectroscopia no infravermelho, RMN 1H, RMN 13C e medidas viscosimétricas. O grau de desacetilação das quitosanas ficou entre 68% e 78% e a massa molar entre 2,75 x 105 e 3,34 x 105 g.mol-1. As análises de difração de raios-X mostraram que os índices de cristalinidade de todas as quitosanas purificadas foram maiores do que as quitosanas não purificadas devido à reorganização das cadeias durante o processo de aquecimento. Na segunda parte do trabalho, foram preparados filmes e beads de quitosana. Os filmes foram obtidos a partir de soluções de quitosana, que foram depositados em uma superfície plana de poliestireno para a evaporação do solvente. Após secagem os filmes formados foram removidos por destacamento. Os beads foram obtidos a partir do gotejamento de soluções de quitosana em solução de trifosfato de sódio. Estes são imediatamente formados, resultando de interações de caráter eletrostático entre o policátion de quitosana e o ânion trifosfato, P3O10 5-, conservando a forma e tamanho da gota. Os filmes e beads foram caracterizados por difração de raios-X e microscopia eletrônica de varredura. O índice de cristalinidade dos filmes diminuiu em relação à quitosana indicando uma baixa organização das cadeias na formação dos mesmos. Em seguida, foram incorporados compostos orgânicos luminescentes (harmana, fluoresceína e rodamina B) nos filmes e beads à base de quitosana e, então, caracterizados por espectroscopia de absorção na região do UV-visível e espectroscopia de emissão. Todos os espectros de absorção e emissão dos luminóforos mudaram com a incorporação aos filmes de quitosana. Os espectros de absorção mostraram um deslocamento do equilíbrio das espécies neutras e catiônicas da harmana para sua forma neutra com a formação dos filmes, indicando que o filme de quitosana tem caráter básico, o que foi confirmado pelo espectro de emissão. Nos filmes com fluoresceína foi observado que houve um deslocamento das bandas de absorção, indicando a formação de espécies dianiônicas, o que sugere a sua adsorção à quitosana. Já no filme com rodamina B foi observado um aumento na concentração de dímeros após a formação dos filmes A cinética de liberação da rodamina B dos filmes e beads em PBS e água foi também estudada. A rodamina liberada foi medida por espectroscopia. Foram utilizados dois modelos: Higuchi e Koorsmeyer Peppas. Observou-se que a liberação a partir de filmes e beads em água ocorre por difusão Fickiana e que somente a liberação a partir de beads em PBS ocorre por difusão não-Fickiana. Em todas as amostras estudadas, exceto a liberação do corante dos beads de quitosana em PBS, foi observado a difusão Fickiana
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8733
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo9212_1.pdf9.48 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.