Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8508
Title: Serviços de residências terapêuticas : entre a tutela e a autonomia, a incansável busca pelo cuidado...
Authors: de Aguiar Leite, Brena
Keywords: Psiquiatria Comunitária; Reforma dos Serviços de Saúde; Saúde Mental; Autonomia pessoal
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Aguiar Leite, Brena; Marcos de Medeiros Gomes de Matos, Aécio. Serviços de residências terapêuticas : entre a tutela e a autonomia, a incansável busca pelo cuidado.... 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: Introdução: O deslocamento do foco de atenção da doença para o sujeito é eixo principal da política de Saúde Mental, do município do Recife e se traduziu na implementação de uma rede de cuidados, tendo como meta o resgate da cidadania de pessoas com sofrimento psíquico nas Residências Terapêuticas. Objetivo: Identificar a efetividade do modelo psicossocial de base comunitária nas Residências Terapêuticas, como o equipamento onde a prática deste se concretiza. Métodos: Procedeu-se a um estudo qualitativo, empregando os métodos fenomenológico e etnográfico, para análise das observações de diário de campo e das narrativas de 10 membros da equipe cuidadora de moradores de três Residências Terapêuticas, do Distrito Sanitário II da cidade de Recife, no período de novembro de 2008 a janeiro de 2009. Para análise das narrativas duas variáveis de interesse foram eleitas: dicotomia entre o modelo hospitalocêntrico e o psicossocial de base comunitária, assim como a apropriação da reinserção social e da autonomia dos moradores pelos membros da equipe técnica. Resultados: Em todas as narrativas, esteve presente a intenção de reinserir os moradores na sociedade e de os auxiliar no desenvolvimento da autonomia, mas também um aprisionamento ao sistema tutelar hospitalocêntrico, assim como um contexto predominantemente do estar mais do que do habitar. Conclusão: É necessário desconstruir os conceitos da Psiquiatria tutelar para que a proposta da Residência Terapêutica avance nas questões da autonomia e da reinserção social e as residências sejam percebidas pelos moradores como habitação
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8508
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo732_1.pdf2.08 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.