Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7843
Title: A cartilha jurídica : aspectos sócio-históricos, discursivos e multimodais
Authors: Pinheiro Mozdzenski, Leonardo
Keywords: Cartilha jurídica; Estereótipo normativo; Multimodalidade discursiva; Gênero discursivo; Análise do discurso crítica
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Pinheiro Mozdzenski, Leonardo; Paiva Dionisio, Angela. A cartilha jurídica : aspectos sócio-históricos, discursivos e multimodais. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: Este trabalho tem como objetivo central realizar um estudo crítico do gênero discursivo cartilha jurídica (CJ), investigando a formação sócio-histórica desse gênero, bem como as estratégias textuais verbais e não-verbais usadas pelos produtores das cartilhas para a construção social da realidade a partir dos estereótipos normativos . Para tanto, foram adotados os pressupostos teórico-metodológicos e ideológicos da Análise do Discurso Crítica, associados à noção de gênero como ação social. De início, são analisados os principais momentos da trajetória sócio-histórica percorrida pelas CJs, desde o surgimento dos gêneros que contribuíram para o seu desenvolvimento até o aparecimento das cartilhas atuais. Em seguida, discute-se a argumentatividade visual nas CJs, avaliando-se como seus componentes imagéticos são orquestrados com o texto verbal para a produção de sentido. E por fim, são examinadas as estratégias discursivas usadas para a constituição de cenários estereotipados , invocados pelos grupos dominantes visando legitimar as relações hegemônicas, a ordem institucionalizada e a manutenção do poder em suas mãos. O corpus ampliado desta investigação é composto por 28 cartilhas jurídicas, dispostas em duas macrocategorias de análise: as CJs quadrinizadas e as CJs que trazem o resumo da lei, apresentado ao leitor de forma direta ou através de tópicos autorespondidos . Desse total, foram selecionadas seis cartilhas para compor o corpus restrito, realizando-se um estudo mais sistemático das categorias lingüístico-discursivas que se revelaram mais produtivas nas CJs para a fabricação da realidade . Dentre os resultados da análise, é possível destacar que: a) cartilhas jurídicas acompanham as tendências abrangentes de mudança discursiva da modernidade tardia, ao se constituírem por meio de uma tensão de discursos e de vozes, cujos sentidos são produzidos pela integração de palavras e imagens; e b) as estratégias discursivas de nominalização, apassivação, modalização e democratização discursiva, mais do que realizações lingüísticas, constituem mecanismos poderosos de ação discursiva e ideológica usados pelos produtores das cartilhas, tendo por fim a naturalização das estereotipias normativas e a adesão do leitor à realidade construída pelas elites
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7843
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo7800_1.pdf19.97 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.