Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7484
Title: Léxico e atividades de categorização no livro didático de língua portuguesa
Authors: Guerra De Almeida Teixeira, Denise
Keywords: categorização de objetos de discurso;sociocognitivismo;léxico;livro didático de língua portuguesa
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Guerra De Almeida Teixeira, Denise; Marcuschi, Elizabeth. Léxico e atividades de categorização no livro didático de língua portuguesa. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: Este trabalho apresenta uma análise qualitativa de questões relacionadas ao tratamento do léxico no processo de ensino-aprendizagem de língua materna na perspectiva sociocognitivista dos estudos lingüísticos apresentada por Mondada & D. Dubois (1995/2003), Mondada (1997), Marcuschi & Koch (1998), Marcuschi (2004, 2007) e Koch (2005c). A pesquisa tem como foco a investigação dos processos de categorização, fenômeno lingüístico que configura nominalmente as entidades do discurso, e seu papel na constituição da rede referencial do texto em livros didáticos de língua portuguesa destinados à 8.ª Série (nono ano) do ensino fundamental aprovados pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD/2008). É através da atividade de categorização que o sujeito caracteriza, descreve, justifica e compreende os fenômenos da vida cotidiana, criando objetos discursivos no decorrer da interação linguística que não estão disponíveis como categorias únicas e prontas para serem utilizadas. E, na medida em que ocorre o desenvolvimento temporal da progressão discursiva, o sujeito realiza constantes seleções lexicais de modo a adequar o que pretende dizer sobre o referente e a situação. De acordo com essa perspectiva, o processo de ensinoaprendizagem de itens lexicais não deve ser concebido no interior de um modelo de correspondência entre as palavras do discurso e os objetos do mundo, tendo em vista que as categorias e os objetos de discurso utilizados para descrever o mundo não são nem preexistentes nem dados, mas resultado de um processo dinâmico e, sobretudo, intersubjetivo, que se estabelece através de práticas discursivas e cognitivas social e culturalmente situadas. Dito de outra forma, nossos discursos são versões públicas do mundo, suscetíveis de se transformar no curso dos desenvolvimentos discursivos, de acordos e desacordos entre os interlocutores e não numa presumida relação objetiva e direta com um mundo exterior. Assim, o ensino do léxico deveria levar em conta a palavra inserida no tecido do texto e relacionada ao discurso no qual aparece, produzindo efeitos de sentidos geradores de críticas, ironias, ambiguidades, estereótipos, entre outros. O estudo mostrou que as atividades que exploram o fenômeno da categorização no LDP, embora ainda se apresentem em número insuficiente, contribuem de forma significativa para a compreensão global do texto, propiciando a comparação e articulação de informações, a elaboração de inferências quanto a elementos e inter-relações implícitas e o emprego produtivo do vocabulário
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7484
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3879_1.pdf2.56 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.