Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7074
Title: Análise dialógicodiscursiva da atividade dos cuidadores de idosos em instituições geriátricas do Recife
Authors: Mota de Figueiredo Porto, Ludmila
Keywords: Análise dialógicodiscursiva;Atividade;Cuidador de idosos;Competência
Issue Date: 31-Jan-2010
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Mota de Figueiredo Porto, Ludmila; Cristina Hennes Sampaio, Maria. Análise dialógicodiscursiva da atividade dos cuidadores de idosos em instituições geriátricas do Recife. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Abstract: O acelerado envelhecimento da população brasileira, nos últimos trinta anos, acarretou a necessidade de ampliação dos serviços especializados de atendimento ao idoso. Nesse contexto, a atividade do cuidador de idosos ganhou importância no mundo do trabalho, embora ainda seja comum a ideia de que esses trabalhadores carecem da qualificação profissional necessária. Assim, este estudo teve o objetivo de configurar a atividade dos cuidadores de idosos, os quais trabalham em instituições geriátricas de Recife/PE, uma das capitais com maior número proporcional de idosos no Brasil. Para tanto, realizaramse entrevistas narrativas com dez cuidadores de idosos, em três instituições geriátricas de Recife, além de observações naturais desses cuidadores em atividade, incorporadas posteriormente à análise. As entrevistas foram transcritas, descritas, interpretadas e analisadas qualitativamente, à luz do método dialógicodiscursivo, uma forma de conhecimento de natureza sóciocultural de sujeitos históricos, através da linguagem, que é considerada uma forma de trabalho (SAMPAIO et al. , 2006, a;b). O objeto de estudo a atividade dos cuidadores de idosos foi abordado a partir de duas perspectivas teóricometodológicas: a Teoria Dialógica da Linguagem, desenvolvida pelo filósofo russo Bakhtin e seu Círculo, e uma Teoria do Trabalho Humano, que se situa na confluência da Ergologia (SCHWARTZ, 1997; 2000b) e da Ergonomia, as quais dialogam com a Linguística (FAÏTA, 2002; 2005). Assim, a atividade dos cuidadores de idosos foi configurada, por um lado, a partir das práticas linguageiras desses trabalhadores no âmbito da atividade profissional; por outro, das ações corporais e gestuais incorporadas na atividade desses trabalhadores. Constatouse que esses cuidadores mobilizam sentidos diversos, demonstrando uma compreensão ativa do envelhecimento e da velhice humanos, evocando em suas falas o discurso do Outro (BAKHTIN, 2003) a fim de contestálo, atribuindolhes novos sentidos; no que concerne ao plano da atividade, esses trabalhadores mostraram uma competência (SCHWARTZ, 1998) baseada na herança histórica do seu trabalho, no saber prático da atividade, independentemente de terem freqüentado cursos de capacitação para cuidadores de idosos. Dessa forma, embora os cuidadores possuam uma riqueza nas formas de agir em situações singulares, eles ainda prescindem da utilização de um saber mais formal, fato que permite afirmar que o gênero profissional cuidador de idosos ainda está em formação, pois ainda não foram suficientemente construídos os recursos comuns necessários para a resolução dos problemas surgidos no exercício da atividade, por isso os cuidadores de idosos são tachados como desqualificados. No entanto, para que o gênero cuidador de idosos seja constituído, devese considerar o saber prático da atividade desses cuidadores como um valioso instrumental para reorientar as prescrições do saber formal, a fim de aperfeiçoar a competência desses trabalhadores
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7074
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1773_1.pdf1.21 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.