Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6177
Title: Análise de eficiência e escalabilidade do protocolo DLCZ para repetidores quânticos
Authors: da Silva Mendes, Milrian
Keywords: Desigualdade de Bell CHSH;Concorrência;Criptografia Quântica;Emaranhamento;Protocolo DLCZ
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: da Silva Mendes, Milrian; Felinto Pires Barbosa, Daniel. Análise de eficiência e escalabilidade do protocolo DLCZ para repetidores quânticos. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Física, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: Neste trabalho, analisamos a distribuição do emaranhamento sobre redes quânticas usando memórias quânticas para o armazenamento da informação em ensembles atômicos, através de um esquema conhecido como protocolo DLCZ, cujo objetivo é distribuir emaranhamento e efetuar Distribuição Quântica de Chaves sobre grandes distâncias, usando uma arquitetura de repetidores quânticos. Baseado nesta proposta, analisamos, no regime de variáveis discretas, a troca de emaranhamento em cascata entre N pares de ensembles. Nossa análise envolve o mapeamento dos estados na base de número de excitação, e uma restrição ao subespaço onde não mais que uma excitação é armazenada em cada ensemble. Com base nesta última restrição, fizemos análises de tomografia quântica dos campos gerados e as utilizamos para inferir teoricamente o impacto de várias imperfeições sobre os experimentos. Assim, calculamos a concorrência (medida de emaranhamento) do estado resultante depois de várias trocas de emaranhamento, e analisamos sua degradação com o aumento do número de trocas e com o aumento da probabilidade p de geração de uma única excitação nos ensembles atômicos. Também calculamos a violação da desigualdade de Bell CHSH, para estados de polarização dos campos obtidos a partir de pares de estados atômicos delocalizados com a degradação do emaranhamento. Obtemos então um valor máximo de p para os quais ainda podemos violar tal desigualdade após um certo número de trocas, indicando os recursos mínimos totais necessários para efetuar a distribuição quântica de chaves no sistema. Finalmente, através da análise da probabilidade de sucesso na geração de tais estados degradados após um certo tempo, estimamos o tempo de memória necessário para o protocolo suceder após um certo número de trocas de emaranhamento e analisamos como este tempo escala com o comprimento do canal de comunicação
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6177
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo2379_1.pdf2.99 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.