Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5764
Title: Estudo laboratorial dos danos causados pelo broqueamento e retificação em corpos-de-prova testemunhos
Authors: Leressa Hydaradaya Moura Santos de Farias, Hannah
Keywords: Testemunho;Broqueamento;Fator de correção
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Leressa Hydaradaya Moura Santos de Farias, Hannah; de Araújo Régis, Paulo. Estudo laboratorial dos danos causados pelo broqueamento e retificação em corpos-de-prova testemunhos. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: É comum na prática da engenharia a utilização de corpos-de-prova testemunhos para avaliação da resistência à compressão do concreto; isso ocorre em edificações antigas quando não se têm dados a respeito do concreto por ocasião da restauração das estruturas ou em estruturas novas quando há dúvidas em relação à qualidade do concreto executado. Diversos são os fatores que interferem na determinação do valor da resistência do concreto quando utilizamos testemunhos, por exemplo: nível de resistência do concreto, diâmetro e altura do testemunho, a relação entre diâmetro/altura, umidade do corpo-de-prova, idade, posição do corpo-de-prova extraído da estrutura, efeito causado pela extratora, etc. Diversas normas de projetos citam a influência do efeito do broqueamento, mas não apresentam coeficientes de correção, exceto a do ACI 214.4R-03. Neste trabalho são descritos e analisados os resultados experimentais de corpos-de-prova extraídos com objetivo de identificar o efeito do broqueamento e da retificação levando-se em consideração a posição da concretagem com relação à extração e a relação altura diâmetro. Foram confeccionados 180 blocos de tamanho 30x30cm dos quais foram extraídos 180 corpos-de-prova testemunhos de uma única resistência (fcm=29MPa) produzidos em um caminhão betoneira. Os testemunhos e os corpos-de-prova de referência foram submetidos as mesmas condições de umidade. A relação altura/diâmetro dos corpos-de-prova testemunhos foi variável. Foram extraídos testemunhos com relações h/d iguais a 1,0, 1,5 e 2,0. Foram moldados 57 corpos-de-prova de tamanho 150x300 e 60 de tamanho 100x200 que foram os corpos-de-prova para comparação. Os testemunhos foram extraídos com a idade de 180 dias. Os resultados dos ensaios foram tratados estatisticamente e garantem sua confiabilidade. Para os testemunhos de relação altura/diâmetro igual a dois o coeficiente de 1,06, como fator de correção devido aos danos causados pela extratora, preconizado pela norma ACI 214.4R-03 foi observado neste trabalho
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5764
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo6520_1.pdf2.72 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.